02 outubro 2011

falando nisso, não está sozinha!

Estas duas tamém me deixam os cabelos em pé...



Grace Adler, de “Will and Grace” - o melhor exemplo de que no mundo das séries, muitas vezes, as coadjuvantes são bem mais mais interessantes que as protagonistas- Um milhão de vezes melhor Karen Walker!!!




Susan, de Desperate Housewives

Adoro, e é a série que sigo há mais tempo. O brilhantismo da coisa vem do facto de apresentar os núcleos familiares como eles verdadeiramente são. Ou seja, as famílias dos outros são sempre mais felizes que as nossas, até que as olhemos de perto. Todos têm podres a esconder. Uma grande dívida, uma traição, filhos que não se comportam como esperamos, ou até mesmo um assassinato. De perto, ninguém é normal. Ou, ninguém é perfeito: Os romances não são perfeitos. Os casamentos não são perfeitos. Os filhos, os vizinhos, os empregos, nada é perfeito.

Porém.... esta, abusa.

Sem comentários: