12 agosto 2011

Os prazeres que chegam com o tempo: vinhos



Que é o mesmo que dizer que, a partir de certa idade, e respectivo refinamento das papilas gustativas, já não há muita pachora para cerveja- os caracóis continuam a ser um caso à parte-, a acompanhar uma boa refeição (recuso-me a mencionar refrigerantes e porcarias semelhantes). Portanto, sendo assim, há que pelo menos conhecê-los. De preferência, sem gastar fortunas. A Deco Proteste numa edição de 2010, e depois dos tintos, reunimos 10 dos melhores vinhos brancos portugueses por menos de €5 –objectivo: qualidade e um bom preço.
(do clube dos vinhos). Vejamos.


1. Serras de Azeitão 2008 (Terras do Sado)
A produção é da Bacalhôa e a distinção da Deco Proteste, que atribuiu 80 pontos a este vinho branco com 13% de teor alcoólico. Citrino e com traços dourados, o seu aspeto é transparente, o seu aroma frutado e o seu paladar envolto de notas de limão e de alperce. Bastante equilibrado, o sabor do Serras de Azeitão 2008 prolonga-se muito além do travo final, sempre de forma agradável. Cada garrafa custa entre €2.19 e €2.95.

2. Terras do Demo Seco 2008 (Távora – Varosa)
Com um preço de venda recomendado que varia entre os €2.99 e €4.29, este vinho branco da Cooperativa Agrícola de Távora recebeu 78 pontos. Descrito como sofisticado e fresco do primeiro ao último travo, o destaque vai para o seu aroma simultaneamente floral, frutado e vegetal, o que se traduz num paladar apetecível. Tem um teor alcoólico de 12%.

3. Companhia das Lezírias Fernão Pires 2008 (Ribatejo)
De cor palha e aspeto cristalino, a composição deste vinho branco, que apresenta um teor alcoólico de 13%, conta com fruta madura e fruta tropical, nomeadamente o quivi. Deliciosamente fragrante e incorporado, o Guia de Vinhos 2010 distinguiu este néctar dos deuses com 78 pontos e cada garrafa é vendida por €3.99 a €4.79. (este tenho que experimentar!!!)

4. Quinta de Azevedo 2008 (Vinho Verde)
Com baixo teor alcoólico (10,5%), mas com um intenso aroma frutado, nomeadamente a damasco e alperce, este vinho branco é suave, ligeiramente ácido e com um apetitoso final de boca. A Deco Proteste atribuiu a este vinho branco Quinta de Azevedo – que custa entre €3.20 e €4.69 – 78 pontos.

5. Fiuza Três Castas 2008 (Ribatejo)
Distinguido com 76 pontos e com um preço de venda recomendado situado entre os €2.99 e €4.48, o vinho branco Fiuza Três Castas apresenta um tom palha, com traços esverdeados. O seu aroma é denunciado pela presença de maçã e pera e o seu paladar – intenso, mas elegante – apresenta ainda notas de fruta tropical.

6. Charneca de Pegões 2008 (Terras do Sado)
Com um preço de apenas €2.09 por garrafa, esta produção da Auchan é simples e encantadora: um bouquet floral subsiste, em harmonia, com notas de maçã verde e lima. Com um teor alcoólico de 12% e um paladar muito fresco, o travo final deste vinho branco é muito suave. Foi distinguido com 75 pontos.

7. Porca de Murça 2008 (Douro)
Este néctar dos deuses da Real Companhia Velha recebeu 75 pontos por parte da Deco Proteste, que distingue o seu aspeto translúcido, cor de palha, aroma intensamente frutado, sabor jovem e fresco, com um suave final de boca. O seu preço é outro ponto forte: entre €2.35 e €2.49.

8. Terras do Pó 2008 (Terras do Sado)
O Guia de Vinhos 2010 atribuiu 75 pontos a este vinho branco da Casa Ermelinda Freitas. Com um intenso aroma a frutos tropicais, o seu paladar é leve e agradável. Apresentando boa acidez e um teor alcoólico de 12,5%, o travo final é particularmente tropical e bastante prolongado. O preço de venda recomendado é de €2.59 a €4.64.

9. Adega de Monção 2008 (Vinho Verde)
Proveniente da terra do Alvarinho, este vinho branco é todo ele frutado – desde o aroma com notas de citrinos e ananás, passando pelo seu paladar rico, com uma boa presença, tanto de álcool (11%), como de acidez. Uma produção da Adega Cooperativa Regional de Monção que lhe valeu 75 pontos. Cada garrafa custa entre €1.89 e €3.49.

10. Terras do Rio 2008 (Estremadura)
Cada garrafa custa apenas €1.47 e, para além de ter uma pontuação de 75, o Guia de Vinhos 2010 distinguiu este vinho branco com o título de “escolha acertada”, revelando uma qualidade-preço indiscutível. A Quinta de Abrigada produziu este néctar de cor citrina, aroma a alperce e ameixa, sabor fresco e distinto.


mais opiniões são bem vindas.

Sem comentários: