12 julho 2011

Baton e bigode.

Muita gente se preocupa com a protecção da pele com o uso de fotoprotectores e hidratantes, o que é excelente, mas, algumas vezes, só nos lembramos dos lábios quando os sentimos ressequidos e gretados.




Os lábios são compostos por um tecido que faz a transição entre a mucosa da boca e a pele, com abundante musculatura e vascularização- o que lhe dá a cor vermelha- , revestidos por uma fina camada epidérmica, e que por isso, apresentam vulnerabilidades superiores às da pele. Por exemplo, ao contrário da pele, não apresentam glândulas sebáceas que os protejam com uma camada de gordura, não têm glândulas sudoriparas que os humedeçam - a hidratação é feita com a própria saliva-, não têm melanina que os proteja dos raios ultra violeta. Isto, obviamente, para dizer que os lábios merecem atenção especial se quisermos evitar aquele aspecto seco, desidratado, rugoso, às vezes gretado e desconfortável.


Posto isto......a palavra de ordem para os lábios em época de temperaturas extremas, tanto no frio como no calor, portanto, é usar e abusar dos batons. Neste caso, as mulheres já levam vantagem, espero, mas, os homens também têm ao seu dispor produtos hidratantes para lábios. É simples: um baton hidratante que todas as farmácias vendem e que não dão brilho nem cor, nem têm cheiro ou sabor. Uma coisa importante: Este tipo de hidratantes, aplicam-se não só no lábio propriamente dito, mas ao redor da boca para atingir a zona onde normalmente se formam aqueles vincos horriveis a que "simpaticamente" chamamos "codigo de barras". É uma boa forma de o evitar. literalmente besuntar a boca e região circundante com hidratante para lábios. se não se sentir confortável com esta aplicação durante o dia, faça-o à noite. Mas faça. Uns lábios macios e hidratados, bem.........fazem a diferença. Verdade?

Sem comentários: