03 abril 2011

Porto, com o campeonato na mão. e bem.




Do jogo fica o triste episódio do apagão e uma imagem do Benfica-dirigentes que o Benfica-clube não merece. É mau perder. É ressabiamento. É antidesportivismo. É baixo nível. É falta de respeito pelo adversário que foi melhor. É falta de respeito para com os adeptos que estavam ainda no campo pondo inclusivamente em risco a sua segurança. É de gente mesquinha. É, basicamente, feio e indigno de um grande clube.


Foi a única coisa que me envergounhou esta noite. O resto, são futebóis.

3 comentários:

Pêndulo disse...

Concordo contigo.
O que lamento é que do meu lado, o do FCP, o panorama não seja melhor.
O futebol está transformado numa selva. Um dia morre alguém e ainda vão ficar os ânimos mais exaltados.
Sabes o que me meteu impressão? O facto de o autocarro do FCP, na ida para Lisboa, ter mais veículos de protecção dos que é costume ver à volta de Sócrates, Governo, Presidente, etc.
Com esta crise e em quem mais queremos bater é nos do futebol.
Não diz lá muito bem de nós como povo.

Fado Alexandrino disse...

De acordo, completamente.

O resto, são futebóis

Pois deviam ser mas não são.
Ontem o 1º minuto foi mais explicito do que todo um filme do Pasolini.
Filme esse que começou logo na abertura das bilheteiras ou seja nas primeiras quatro jornadas.

Outra coisa, em Leiria estavam 700 espectadores, um estádio do Euro, foi quase um record.

Cristina disse...

P

quanto a mim diz que a unica coisa que resta aos portugueses para se empolgarem, mesmo, é o futebol. é aí que depositam todas as esperanças e energias, todo o bom, e todo o mau que têm para dar. só no futebol se sentem iguais. só no futebol sentem que têm todos o mesmo poder de festejar,...e de castigar.
só no futebol têm idolos que podem venerar pela qualidade, e incompetentes que podem odiar e achincalhar livremente, por vezes até com as consequencias desejadas.


vendo bem.....´compreende-se.

mas triste, na mesma.