20 fevereiro 2011

ainda não sei muito bem

porque é que quando vejo um me apetece ouvir o outro e vice-versa; se por serem maravilhosamente parecidos, se por serem maravilhosamente brilhantes....


.
Sobre Hachiko,
Aqui fica uma critica artistica e tecnicamente fundamentada:
Quem adorar debulhar-se em lágrimas com uma linda história de amor e lealdade entre um cachorro e o seu dono, veja o filme. Quem gostar muito de cachorros e quiser chorar muito, veja o filme. Quem a.m.a.r o Richard Gere - que, convenhamos, está a envelhecer maravilhosamente- veja o filme.
A mim, servem-me as carapuças todas, portanto....
Só relembrar que o filme é do mesmo realizador de Chocolate e que conta uma história verídica.
Hachiko é o nome de um cão da raça akita que ficou famoso no Japão depois de aparecer em reportagens de jornais que contavam a sua história de lealdade ao seu dono, um professor da Universidade de Tóquio. Todos os dias Hachiko acompanhava o amigo até a estação de comboios e lá estava de novo quando ele voltava para casa. A história deste cachorro transformou-se numa lenda no Japão e foi usada em escolas e casas para ensinar às crianças a importância lealdade entre amigos. Serviu também para despertar no país uma onda de criação de akitas, raça pura japonesa, que estava em vias de extinção. Há hoje na estação de Shibuya uma estátua de Hachiko, no mesmo lugar onde ele ficava diariamente à espera da volta do dono.

Sem comentários: