22 janeiro 2011

há dúvidas que verdadeiramente me angustiam....

é que eu...sinseramente... já nem sem se fique triste pelo primeiro deles, se pelo nosso.....



A frase lê-se num editorial do jornal de esquerda L'Unità, que pede às italianas para dizerem "Basta!" ao primeiro-ministro. A petição contra Silvio Berlusconi, que corre na Internet, conta já com mais de 27 mil assinaturas. Entre as signatárias figuram a escritora Dacia Maraini, a jornalista Flavia Perina, a realizadora Maria Sole Tognazzi e as actrizes Valeria Golino, Lella Costa e Isabella Ferrari.

Os escândalos sexuais do primeiro-ministro começam a cansar a sociedade italiana, multiplicando-se as páginas na rede social do Facebook que também dizem "basta". Uma delas conseguiu descobrir o número de telemóvel privado de Berlusconi, após alguns algarismos terem aparecido num programa de televisão, e convidava os italianos a enviarem uma simples mensagem: "Demite-te." O número deixou de funcionar.

Em mais um escândalo a envolver o seu nome, Berlusconi é acusado de pagar para manter relações sexuais com uma prostituta menor, conhecida por Ruby. A jovem marroquina, Karima El Mahroug, terá sido libertada - quando foi presa por roubo - por influência do primeiro-ministro. Este terá telefonado à polícia a dizer que se tratava de uma neta do líder egípcio, Hosni Mubarak.

A investigação a este caso revelou o que se passava por detrás das portas da casa de Berlusconi, nas chamadas festas "bunga-bunga", e do dinheiro que as mulheres recebiam - a prostituta Madia Macri admitiu ter recebido cinco mil euros. Algumas das jovens envolvidas vivem, sem pagar nada, num complexo de apartamentos de luxo em Milão, que já foi apelidado pelos media italianos como a "casa de bonecas" do primeiro-ministro. As mulheres do "harém" de Berlusconi estarão a receber cartas da comissão de moradores a exigir que deixem o local.

Il Cavaliere nega as acusações de prostituição com menores ou abuso de poder, mas recusa responder às perguntas dos investigadores. Berlusconi acusa os magistrados de perseguição política e já prometeu legislar para garantir que tal não volta a acontecer. As autoridades aguardam uma decisão do Parlamento para poderem ter acesso a escritórios do primeiro-ministro e de alguns dos seus colaboradores mais próximos.
.
Bonito bonito, vai ser quando todas as sereias começarem a cantar...

2 comentários:

Fado Alexandrino disse...

Cris, peço desculpa, tem a minha simpatia e o que eu queria era que ele me atendesse o telefone para me explicar onde compra o comprimido:


Uma prostituta de luxo revelou que o primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, teve relações sexuais, à vez, com oito mulheres, numa única noite.

"Estavam lá outras sete mulheres, seis brasileiras e a marroquina, Ruby", revelou.

Após o banho, Berlusconi foi para um pequeno quarto, onde havia uma cama de massagens. "A próxima! A próxima!" - dizia Berlusconi - E a cada cinco minutos abríamos a porta e consumávamos o acto sexual. Uma de cada vez", relatou a prostituta

Cristina disse...

ora Fado

não é por acaso que ele tem sido o sonho de qualquer homem poderoso. claro que ultimamente, deve ser a aterosclerose a atacar, e os comprimidos azuis, a coisa tem sido um bocado escabrosa demais. a confusão é muita lá pela Italia. Evidentemente....perturbações que por cá nunca teremos...




um dia, Fado. Não desistas. pelo menos joga no euromilhões..:)