16 dezembro 2010

entre cetins e adamascados,


morre o Pinto Coelho, o Sporting perde outra vez, o FMI está aí, o Queiroz reaparece, e o que sobra está quase congelado. Tá-se bem, portanto. Natal é quando um homem quiser.

Sem comentários: