31 dezembro 2010

duvido que alguma vez consiga presenciar melhor saída.


Ela faleceu às 12:45.
Tinha 90 anos, um rosto suave e tranquilo, pele de cera e cabelos lisos de um branco imaculado. A família estava lá há dois dias. Filhas, netas, bisneta, revezando-se, dia e noite, acariciando as mãos inertes e o rosto quase sem vida, em silêncio, tentando prolongar o último momento de comunhão que sabiam breve.
Ela partiu assim, deixando de respirar, apenas, depois de 90 anos de vida activa, feliz e autónoma. Aos nossos cuidados, mas envolvida pelo amor daquela família que eu , por escassos momentos, desejei para mim.

1 comentário:

Fado Alexandrino disse...

Que texto tão bonito.
Deixa lá que estás a semear para que quando chegar a tua hora,filha, marido, netos e netas, bisnetos e bisnetas lá estarão e espero que o presidente do nosso Benfica também.
Eu lá de cima vigiarei.