01 setembro 2010

susto do dia: Yoko Ono

A japonesa mais doida do planeta, Yoko Ono, está em temporada no MoMA (Museu de Arte Moderna de Nova Iorque) apresentando os seus espantosos atributos de cantora e artista plástica vanguardista, numa demonstração a que ela mesma chamou “poema conceitual”.

Concordo mais com o Kibe Loco: “o mais longo, fingido e constrangedor orgasmo de todos os tempos”. Pior que esse só mesmo os da Clara Pinto Correia....
.
(pensando bem.....estará a pensar integrar algum grupo de forcados?)

5 comentários:

immortal disse...

pobre john

dalloway disse...

Depois de ver isto fiquei com sérias dúvidas se John Lennon terá sido assasinado por um tresloucado. Estou mais virada para... morte súbita, tadinho!

Tenho dificuldade em perceber como é que o MoMA se presta a uma merda destas!

Cristina disse...

tamem eu.....e de facto, quanto ao Lennon, morto já devia estar, o tiro foi de misericordia...:/

Fado Alexandrino disse...

como é que o MoMA se presta a uma merda destas

Right.
Porque as pessoas têm medo de dizer que não presta quando um "crítico" se babou.
Pode passar por ignorante.
Fui ver um exposição no armazém que é o Pavilhão de Portugal.
Havia coisas boas e coisas horrendas.
Está no Contador de Viagens.

dalloway disse...

Fado,
A sua observação fez-me lembrar um texto de Julio Cortázar chamado "é preciso ser-se realmente idiota para"