05 setembro 2010

LANVIN até à H&M




A rede sueca H&M confirmou esta quinta-feira (2) que a sua próxima linha feita em colaboração com uma grande marca de luxo será assinada pela Lanvin.
As peças serão criadas pelos estilistas Alber Elbaz e Lucas Ossendrijver, responsáveis pelas colecções feminina e masculina da grife francesa. Na última semana, a H&M tinha divulgado alguns ‘teasers’ em vídeo sobre a nova parceria, sem revelar quais seriam os estilistas por trás da novidade.
A colecção Lanvin para H&M será divulgada no dia 2 de Novembro e chegará às lojas três semanas depois, no dia 23. As criações estarão disponíveis em 200 lojas da rede.

Em colaborações anteriores, a H&M trabalhou com grifes como Comme des Garçons, Sonia Rykiel, Karl Lagerfeld, Stella McCartney e Jimmy Choo.
.
Imagine-se uma francesinha aprendiz de costureira que inicia uma carreira de chapeleira na Paris de 1890. A dada altura, a chapeleira (e aprendiz de costureira) começa a fazer roupas para a irmã mais nova e para a filha, e as clientes que compravam chapéus encantadas com as suas criações. Dizia-se que era tudo combinadinho, tipo roupa de mãe e de filha iguaizinhas. As encomendas começaram multiplicar-se e, a pouco e pouco, cada vez mais clientes elogiavam as roupas que a francesinha fazia.....foi aí que a dita -agora respeitável- senhora, abriu uma loja/boutique na Rue du Faubourg Saint-Honoré. Essa francesinha chamava-se Jeanne Lanvin.

Seguiu-se o estatuto de alta-costura para as suas criações e a expansão no negócio a muitíssimos outros artigos: artigos de decoração, moda masculina, peles, lingeries e.....em 1927, o perfume Arpége. O sucesso era enorme!
Quando a criadora morreu, a administração da marca ficou a cargo da filha, que quando morreu deixou a uma prima e assim vários estilistas acabaram por passar pela casa. Hoje, quem toma conta das criações da maison Lanvin é Alber Elba, um rapaz marroquino nascido em Israel, que de lá saiu pra NY, trabalhou em lojas de vestidos de festa, foi contratado por Geoffrey Beene , Guy Laroche, Yves Saint Laurent, Krizia… e então, Lanvin! Até à H&M. Quem diria! Ou melhor: aproveitem!
.
fontes oficina e WKP

Sem comentários: