22 julho 2010

sapato por sapato


prefiro um destes. demonstra maturidade e experiência de vida. já que não dá para estar sempre a contemplar coisinhas boas como a Monica Bellucci ou Maseratis, olha, aguentem.

7 comentários:

dalloway disse...

Animal, desde que maturidade e experiência não sejam sinónimo de cheirar mal dos pés por mim tudo bem!

*esta bota fez-me lembrar Charlot

Pêndulo disse...

São de Santa Comba?

Animal disse...

pá, eu vejo a coisa mais em termos de funcionalidade e propósito: esta botifarra (mais a irmã, presumo) cumpriram um desígnio e levaram uns pés (mais o resto do humano anexo) a caminhos e locais que as inutilidades do poste abaixo nunca poderiam alcançar. esta bota, para mim, representa isso mesmo: vida a sério, mesmo com cheiro a xulé, mesmo com bolhas e cortes, bastante mais rica que o cheirinho a chanel nº5, flute com moet, tostinha com caviar e conversa de chacha...

Animal disse...

claro que contemplar coisinhas boas como a Mónica está nos meus planos (com ou sem botas)

dalloway disse...

Dito desta forma e sentido assim, então assino por baixo Animal.

Animal disse...

por baixo desta carapaça hirsuta, peluda e coriácea (raio de palavrão!) esconde-se uma alma sensível....

dalloway disse...

Claro que sim e eu nunca duvidei disso Animal.