27 julho 2010

De volta

cansada e de alma cheia.

É difícil falar da China. Não é que seja difícil, é que é impossível descrever tudo o que os nossos sentidos alcançam. O conjunto de fotos que vos deixo para já, é sobre aquilo que nos dá mais informação sobre um lugar: as pessoas. E olhem que....se há pessoas! Mil e tal milhões. Só percebemos o que isso é, quando lá chegamos e nos cruzamos com milhares delas a todo o momento.
E neste cruzar constante, impressionaram-me várias coisas.
Impressionou-me a diversidade, o cruzamento prefeito da tradição , muito preservada e respeitada, com a modernidade e o desenvolvimento que os chineses perseguem quase com obsessão.
Impressionou-me a cultura do bem estar físico e espiritual, a par da alucinante vida de trabalho que é levado ao extremo da perfeição. Como curiosidade, as mulheres reformam-se aos 50 anos e os homens aos 55. "Há que dar lugar aos mais novos que são milhões", dizem com razão. Depois, o lazer, as rodas de jogo em qualquer canto com os amigos ou com a família, os passeios diários pelos jardins, que são efectivamente usados para várias actividades como usar as varias maquinas de exercício espalhadas pelos espaços verdes, jogar ping-pong, levar o pássaro a passear, bailes improvisados ou classes de tai shi, etc. Estes passeios diários podem ocorrer com indumentária esmerada ou, simplesmente, em pijama. Conforme o objectivo, claro. Outra surpresa: as visitas internas aos inúmeros locais turísticos do país, que o governo disponibiliza, por exemplo, aos camponeses e pessoas com menos possibilidades. A grande maioria dos turistas com quem me cruzei eram, de facto, chineses. Como nota humorística, no dia em que visitei a cidade proibida, os ocidentais, poucos, naquele mar de gente que lá estava dentro, eram constantemente solicitados para fotos em conjunto. Perante a estranheza, disse-nos a guia " são camponeses, nunca viram um ocidental". Vedetas por um dia, portanto. :)
Impressionou-me também, o ideal de beleza feminino. Há verdadeira obsessão pela perfeição da pele sendo que esta perfeição significa...ser branca. As chinesas têm verdadeiro horror ao bronzeamento. Os dias de sol são, portanto, uma tortura. Usam sombrinha, cobrem os braços com uma espécie de xailes finos ou com umas mangas que se usam com qualquer peça de roupa, usam palas e chapéus, colocam máscaras, luvas, o diabo. Tudo isto porque mulher desejada, é mulher de cútis marmórea a raiar o translúcido. Ao ponto de as marcas de cosméticos, na China, terem os seus produtos adaptados à função de "clarear" a pele.
Impressionaram-me as crianças: lindas de morrer. Impressionou-me a simpatia e o sorriso fácil ao contrário do que parece. A doçura. A gentileza. A eficiência. O pormenor. Dificil de explicar.
Vamos à rua, que continua a ser a melhor montra de um país.

.

(ver em ecran total)

14 comentários:

Animal disse...

atão, prás gajas ficarem (e se manterem) copinhos de leite, o mais indicado era vestirem a burqa.

num te impressionou ver a china cheia de japoneses? só se vê japoneses nas fotos...

Pêndulo disse...

Tábem tábem, deixa lá os chineses e passa ao importante.
Viste o primo do Sócrates que está no retiro?

Animal disse...

pois. e os recuerdos e mesmo os souvenirs, hã?

Francis disse...

o horror ao bronzeamento explica-se pelo facto de a tonalidade escura da pele ser conotada com classes baixas, as pessoas que trabalham no campo, quem é citadino e com classe é a brancura que dá estilo.

está visto que ficaste impressionada, ganda viagem.

António P. disse...

Bem vinda Cristina e ainda bem que gostou e se divertiu.
Como fiel leitor 3 notas :
1. Obrigado pelo texto e imagens.
2. O Mário Soares andava por lá a jogar dominó ? Pareceu-me vê-lo numa das fotos :))
3. O Pêndulo, Animal e o Piotr toamram bem conta do estaminé na sua ausência.
Beijos

dalloway disse...

É bom tê-la de volta.

Eu por mim ficava aqui o resto da tarde a ver fotos e a ler o seu diário de viagem!

Cristina disse...

Animal

japoneses, alguns, só.

sabes, eu acho que aquilo é pior que uma burqa. é que a muitas, nem os olhos se viam...

Cristina disse...

Francis

claro. tal como cá, há 100 anos atrás. :))

não sei se eles farão essa conversão para a ditadura do ocidente em relação ao bronzeado. pareceu-me muito enraizado.

Cristina disse...

Dalloway

saudades suas :) já vi que fez companhia aos meninos lool:))

estou desorientada...tenho prai umas 2000 fotos e para cada tema, quando olho para o conjunto das imagens imagens até me dá suores mesmo sem calor...:/

Cristina disse...

Antonio

é um prazer. dá trabalho, mas é uma boa forma de vos mostrar e enviar aos amigos e familia. dão jeito, estes slide shows.

beijos

dalloway disse...

Acredito que sim Cristina mas nós esperamos pacientemente até os suores desaparecerem e a sua inspiração permitir.

JoJo Wilson disse...

高雄瑜珈請推薦我好的瑜珈教室和優質的瑜珈教學課程。外籍新娘有哪些國家可以選擇,大陸新娘至少語言可以相通。

Álex disse...

bnvinda! e as fotos...uma viagem : )

Fado Alexandrino disse...

Grande post.
Fantástica colecção de fotos.
Estive a pensar que mercado! se conseguissemos que 10% se fizessem sócios do Benfica ...