08 maio 2010

quando se fala de um deputado, trabalho não é assunto.


ahhhh.....não se incomodem....., num qualquer parlamento de gente séria já a figurinha tinha sido corrida a pontapés e sem direito a contraditório como foi a extraORDINÁRIA justificação dada para os factos mas, parece que por cá.....um deputado meter alguma coisa que não lhe pertence ao bolso com a maior limpeza dentro da Assembleia da República , não só não causou nenhum terramoto como nem sequer pequenos abalhos.....e até houve que o defendesse.
.

Agora a sério....é de esperar que ali dentro hajam pessoas com moral para se sentirem r.e.a.l.m.e.n.t.e ofendidas??

há controvérsia.

3 comentários:

dalloway disse...

Isto é vergonhoso e mais inconcebivel se torna quando percebemos que meio mundo defende este homem e outro meio estupefacto por alguém achar isto errado!

Anónimo disse...

Ofendido porquê? Ofendes-te com pouco. O homem não roubou porque logo de seguida os entregou no tribunal. Estás numa leitura abusiva e pouco honesta. Vês! Chamas desonestos aos outros e logo de seguida cais na esparrela de também ser desonesto. Eu prefiro um ladrão de objectos a um tipo que pretende desonestamente enganar os outros que é o que estás a fazer. Tem juizo!

Anónimo disse...

Tá-se mesmo a ver, não tá-se?
A pessoa de cima esqueceu-se de acrescentar:
Se não, levas!
Onde e quando é que eu já ouvi isto?
Parece-me que chegará a altura em que eles é que "hadem" levar!
Duarte Marques