13 abril 2010

não sei se é isto


que os emigrantes sentem, mas deve ser.

ligar a net e ouvir o relato numa rádio qualquer, não interessa, desde que seja o benfica, baixinho, e vibrar às escondidas com cada golo marcado :)
.
contem-me como foi.

7 comentários:

Nita (SG) disse...

... e quem escreve assim não é gago: é BENFIQUISTA! :)

António P. disse...

Foi lindo, Cristina.
Õ Jesus ( o Jorge ) deu a primeira parte e depois fez entrar o Pablito que fez uma exibição do outro mundo.
Está quase.
beijos

Piotr Kropotkine disse...

canecu e eu a dar aulas que nem a porra da página da Bola podia ver....

Fado Alexandrino disse...

O post de amanhã que hoje estou tão cansado como o Carlos Martins é de arromba.
A humildade de Jesus na conferência de imprensa ultrapassou a do Verdadeiro.

Fado Alexandrino disse...

Msis uma opinião, e que opinião, esta é do jornal Público

E venceu a primeira batalha a Jesus: com pressão alta, o futebol do Benfica, mandão quando joga em casa – alcançou nesta terça-feira a 12.ª vitória na Luz em 11 jogos – não apareceu.

Cristina disse...

Fado

sabes que ha uma menina que vem a este blog para ler os teus comentários? ahh pois, disse-mo olhos nos olhos :p


vou percebendo porquê (embora ja soubesse)

Fado Alexandrino disse...

Obrigado, assim é dificil ser tão modesto como os outros dois, aliás também não faço nada para isso.