04 abril 2010

feito. até à última papoila.


Começou com uma sopa de cação no Sampaio de Montemor-o-Novo. Para quem conhece dispensa comentários, para quem nunca foi, já perdeu quanto baste.
A seguir, uma agradável surpresa no meio da paisagem alentejana: o Fluviário de Mora. Vale a pena passar por lá. Simples, mas bonito e bem cuidado, como tudo no Alentejo.

Seguimos até Évora. Tudo cheio durante a Páscoa, o que nos levou ao encontro de um lugar belíssimo, um desses que descobre por acaso Alentejo adentro, e que transforma uma antiga moagem, mantendo a traça e todo o equipamento originais, numa residencial elegante e acolhedora. É assim mesmo que se chama: Casa Museu Antiga Moagem. Vale ainda mais a pena experimentar.

Dia seguinte, manhã na Feira de Estremoz, um óptimo local para abastecimento em queijos e enchidos alentejanos. Para não fugir do tema, nem do sabor, o almoço foi na Feira do Queijo de Borba.

O resto, foi paisagem. Da melhor que há.

5 comentários:

Eric Blair disse...

e já regressaste, rapariga? Vais abrir a porta ao padre?

António P. disse...

Tudo boas recomendações, Cristina. Pelo menos as que conheço a Casa Museu Antiga Moagem e o Fluviário de Mora que vale uma deslocação.
E estou a ver que nos cruzámos na Feira de Estremoz, também lá fui sábado de manhã.
E deves ter passado à minha porta se vieste de Mora via Pavia para o Vimieiro. Cá também há papoilas.
E em Pavia há a Casa Museu Manuel Ribeiro de Pavia, que também vale uma visita.
Bjs e uma boa semana de trabalho

Cristina disse...

Eric

decidi passar o Domingo em casa :)

beijos

Cristina disse...

António

Oh, que caraças!!! Não me digas que estavas lá....:)))) Bem, dizem que "quem se quer bem sempre se encontra".mas nem sempre se vê!


Ora...foi Mora, Arraiolos, Évora, Azaruja e por indicação do pessoal do Monte do Carmo, fomos para a Antiga Moagem.

Daí, de manhã, para Estremoz, adorei a feira!, depois Borba e Rio de Moinhos para os queijos :))


quando lá voltar vou-te visitar :p

dalloway disse...

Maravilha!