09 abril 2010

ao cuidado de Jorge Jesus



Não gostei. Ou seja: compreendo, afinal foi um esforço inglório, mas espero que tenha sido só durante uns segundos.
.
Não era para ser. Ainda. Não temos ainda equipe para enfrentar as raposas velhas da Europa, nem jogadores com o andamento dos que custam milhões. Não temos e pronto. Não é impossível, mas sabemos que seria muito difícil. E, se formos campeões e formos à Champions, estamos lixados outra vez porque vamos levar com os Barcelonas, os Interes, os Reais, os Manchesteres e por aí fora e não temos maturidade suficiente para tal. Nós sabemos. Acreditar, com noção das diferenças que neste nível de competição inevitavelmente se fazem sentir. Nós temos consciência disso e sabemos que o Senhor também nos objectivos que estabeleceu. Há que dar tempo, amadurecer este trabalho brilhante que tem desenvolvido, trabalhar mais e mais e mais. Para nós, benfiquistas, é como se esta equipe tivesse nascido este ano do zero. Começar de novo. Portanto, tranquilos. Crescer, dói. Aprenda-se com isso.
E agora para a frente que temos um campeonato para acabar e para comemorar. Juntos.

7 comentários:

Dylan disse...

E a melhor resposta tem de ser dada já na terça-feira com uma vitória inquestionável.

Piotr Kropotkine disse...

assim fique lá o Jesus uns bons anos a escolher jogadores como o Airton....

e possamos manter o esqueleto de ano para ano vendendo o indispensável e comprando bem .... com calma e deixando estabilizar a coisa que os resultados mais ambiciosos tamém virão...

por agora ganhemus o campiunato qué o que a malta quer (até podemos mandar a taça da liga pro pinto beber uma cervejita co Hulk...)

dalloway disse...

Gostei do que li e olhe que sou uma nescia nestas coisas do futebol, mas no fundo acho que aquilo que a Cristina fala vai muito além das quatro linhas.

Observador disse...

Desalento a que se junta realismo.

Fado Alexandrino disse...

sabemos que o Senhor também

Nem mais. Grande post.
Eu, pela minha parte, já prometi ao Senhor ajudar duas velhinhas por dia a atravessar as passadeiras, nunca mais voltar a beber um copo de vinho às refeições e mandar vinte cêntimos de "arredondamento" para a Madeira.
É pouco?

Pois é, o resto tem que ser feito pelo dezoito magníficos.
Todos à Luz na terça, em presença e em espírito.
Saravá.

António P. disse...

Parcialmente de acordo, Cristina.
Explico-me.
Esta equipa do Benfica como equipa tem um ano, mas uma equipa com internacionais ( Quim, Maxi, Luisão, Di Maria, Ramires, Di Maria ) e ex-internaiconais ( Saviola e Aimar ) não pode usar o argumento de falta de experiência ( dos jogadores ) e de pedalada.
É um misto de juventude e experiência que há que saber por a jogar. Assim o faça Jorge Jesus..
Além dos que mencionei temos Fábio Coentrão, Javi Garcia, David Luis.
A actual equipa do Liverpool não tem melhor. Tem é o mesmo técnioc há 5 anos e joga na Premier League.
As dificuldaees do Benfica estão :
- no guarda redes, o melhor ( Quim ) nunca foi excelente e está a chegar ao fim ;
- nos laterais, são bons jogadores mas nenhum é lateral de raiz e contra equipas batidas nota-se ;
- no ponta de lança. Cardozo não marca a grandes equipas ( a não ser de penalti :)) e livre ).
A ver vamos se os Airton, Kardec, Eder Luis...chegam nomeadamente se alguns dos mencionados atrás forem vendidos.
Há que pensar que Jorge Jesus é para ficar 5 a 6 anos e ir criando uma equipa para ganhar na Europa.
Bom fim de semana.

Cristina disse...

Antonio

sim, com internacionais que estão a saber este ano o que é funcionar em equipe. e tu sabes que ter lá os jogadores não é tudo (viste o Real?)

com uma série de miudos que nunca se viram nestas andanças, embora sejam bons.

e, não te esqueças, com um treinador, que embora seja fantástico, chegou ESTE ANO a um clube grande.

achas que estamos em iguais circunstâncias em relação ao Liverpool?



:)