30 março 2010

fonix...e têm eles tanto medo dos inimigos externos....





Nos Estados Unidos, Jordan Brown, um rapaz norte-americano de 12 anos, é acusado de matar a madrasta, grávida de oito meses, e pode tornar-se a criança mais jovem a ser condenada a prisão perpétua - sem direito a liberdade condicional -. O pai, questionado sobre a espingarda que deu de presente ao filho, respondeu: “Se a pergunta é se me arrependo de lhe ter comprado uma arma? Não. Recebi a minha primeira arma exactamente quando tinha 11 anos de idade”.
Que orgulho, ein? Se calhar era melhor fazer o mesmo ao pai...

(Nos Estados Unidos existem 2,6 adolescentes a cumprir prisão perpétua.)

4 comentários:

Desinformador disse...

Estes adolescentes e pais como este, são o orgulho da NRA!!!

papoila disse...

Um pai que é um mimo!

Animal disse...

2,6 adolescentes? o que é feito dos 0,4 que faltam? saíram em precária?

Brancaleone disse...

Péra aí!!!
Aos meus doze anos recebi de meu pai uma 'quarentinha' de um cano!! aos 13 uma .22. Eu as usei e bem. Nunca matei ninguem!!! Afirmar que as armas é que fazem asssassinos é o mesmo que dizer que são os carros que atropelam! Ou é o cigarro que mata!!!
Calma aí!!!
São as pessoas!!! As pessoas é que são o problema!!!
Minha filhota tem 12 anos e eu estou ensinado ela atirar SIM com um revólver 32!!!!