13 fevereiro 2010

Perfeito, desde que o mesmo não suceda com as pessoas. É que estas, como se sabe, sob temperaturas altas não tendem a cheiras a flores....

Uma das consequências devidas às mudanças climáticas poderia ser plantas com perfumes mais intensos.
Uma equipa formada por investigadores espanhóis e franceses levaram a cabo um estudo em que demonstram que um aumento da temperatura afectaria os compostos químicos que as plantas emitem (denominados Compostos Orgânicos Voláteis Biogénicos, COVB)- para a atmosfera.
Segundo o estudo, as altas temperaturas também permitirão que se alargue a temporada de crescimento de muitas espécies e, ao mesmo tempo, que algumas delas alcancem altitudes que até agora nunca alcançaram alcançar.

Josep Pañuelas ,da Unidad de Ecología Global de la Universidad Autónoma de Barcelona, e o Dr Michael Staudt, do Centro para a Ecologia Funcional e Evolução em Montpellier, levaram a cabo una extensa investigação sobre como as alterações climáticas alterarão as expressões dos mencionados compostos, essenciais para o desenvolvimento das plantas.
"O mais provável, é que se produza um aumento das emissões de COVB, principalmente devido ao aquecimento, e que as emissões alteradas afectem tanto as funções fisiológicas e ecológicas como o seu papel no ambiente", asseguram.

Sem comentários: