21 fevereiro 2010

entretanto...esbarrei no clube de fãs de Karina Lombard no Facebook




.....veio-me imediatamente à memória a impressão que me causou na série L Word.
E, a primeira impressão, é emoção puramente física. Uma mistura de Fanny Ardant com Catherine Zeta-Jones com o que isso terá de explosivo. A mulher enche com-ple-ta-men-te o ecran.

.
Karina é muito pra lá de linda. É de uma sensualidade quase animal. Lábios carnudos, sorriso enigmático, gestos lânguidos, curvas voluptuosas e caminhar felino. E a voz? Jesus..... que voz!!! Um deleite para os olhos, e para os ouvidos. lembram-se dela?
Se sim, vão gostar de rever. Se não, também
.
Aqui fica alguma informação adicional, caso vos interesse saber.
WKP.
Embora a mãe seja natural do Taiti, Lombard é uma cidadã americana naturalizada. Entretanto, no primeiro ano de vida, o pai, descendente de russos italianos e suíços, levou-a para Barcelona. Mais tarde frequentou algumas escolas suíças, onde se tornou fluente em espanhol, inglês, italiano, francês e alemão. Foi para Nova York aos 18 e começou a estudar passarela e artes cénicas.

Lombard foi descoberta durante uma sessão de fotos da Calvin Klein com nativos americanos. Uma das suas fotografias foi escolhida para ilustrar uma famosa campanha.

Como actriz, apareceu na 1ª temporada de The L Lord. Repetiu o papel de Marina Ferrer na 4ª temporada. Quando perguntada acerca da dificuldade das cenas lésbicas que tinha feito na série, disse: "Sabe, a gente ama quem a gente ama, logo, não tive que me preparar para nada, entende?"

3 comentários:

Ulysses disse...

É muito interessante e tem muito bom gosto... gosta de mulheres. ;-)

dalloway disse...

Partilho da sua opinião Cristina.

Animal disse...

"...sensualidade quase animal"...

chamaram?