26 fevereiro 2010

alguém está a pensar responsabilizar o governo regional, ou vai passar de arrogante a coitadinho?



Em 2006, um grupo de investigadores da Universidade de Aveiro apresentou no 10º Congresso Nacional de Geotectina, em Lisboa, um estudo sobre as consequências da construção excessiva no concelho do Funchal, desde o aluvião registado em 1993.
Intitulada "Impacte Ambiental Provocado pela Construção subterrânea na baixa citadina do Funchal", a investigação desenvolvida por João Batista Silva, Fernando Almeida e Celso Gomes, chama a atenção para "a crescente construção na baixa citadina do Funchal". Para os académicos, "o estreitamento e ocupação dos leitos das ribeiras conduziram à impermeabilização do solo e subsolo, que tem vindo a danificar o património edificado, e que representa um perigo crescente face à possível ocorrência de cheias".
Os especialistas, que foram apelidados de "cientistas loucos", pelos governantes madeirenses, sugeriram então seis medidas "para minimizar os efeitos das aluviões":

continuar a ler...

2 comentários:

disse...

Cristina, parece que enquanto durar o luto não se poderá trazer grandes críticas pois dizem que isso são profanações anti-patrióticas e falta de respeito para com as vítimas.

O clima agrava, as catástrofes sucedem-se, só nós permanecemos os mesmos patetas de sempre.

Miguel disse...

Perfeitamente de acordo... desta vez!

;)

Quando isso acontecer em Lisboa... terás a mesma opinião?