28 dezembro 2009

Feliz Natal 7.


Li o post da Sofia que diz assim:
A propósito da área da saúde hoje saiu uma notícia exactamente igual em vários jornais online (Público, DE, DN, Sol) com o mesmo texto e mais ou menos o mesmo título, que nos dá conta da preocupação da Ministra Ana Jorge com a saída de médicos do serviço público para o privado. Nenhum dos jornais se debruça sobre a notícia em si.
Após colocar várias questões conclui:
Não percebo esta multiplicação da mesma notícia sem qualquer outro trabalho adicional. É só preguiça dos jornalistas?
.
Ó Sofia, com franqueza! Que é que isso interessa?? Estamos no fim do ano, For God's Sake! Avança-se com as celebridades nos shoppings, o movimento das estradas, os negócios de Inverno da bola, as previsões do tempo e as rectrospectivas previamente preparadas. E..... rezemos para que alguma inoportuna tragédia não transtorne o maravilhoso tédio dos dias correntes. :))

8 comentários:

Sofia Loureiro dos Santos disse...

Ó Cristina, com franqueza, que burrice a minha. Vê se melhoras da constipação e avança para 2010 com os dois pés ao mesmo tempo.
Bjs

Cristina disse...

:)))

o jornalismo ja não é o que era.

beijinhos e bom 2010!

Fado Alexandrino disse...

Posso dar uma dica.
A maioria das notícias não são feitas nos jornais, são takes da Lusa que depois do Pinóquio os ter aprovado são enviados aos jornais com a menção “publique-se”.
E é isso que eles fazem.

Piotr Kropotkine disse...

não me digas que a ministra ainda vai querer questionar o modelo de privatização anterior à crise que o ex prezidente do INA estava a lançar .....

a ministra vem dum hospital publico sabe bem o que desmotiva o peçual.... não me digas que precisa de consultoria da McKinsey pra descubrir.....

Piotr Kropotkine disse...

além do mais eu fico preplexo com ministra(o)s que "expreçam" priocupaçõis ....cuidava eu que o trabalho de ministro era por em marcha medidas e não fazer terapia publica das suas priocupaçõis .... o colégio de psiquiatria não se queixa de concorrênçia desleal?

Cristina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cristina disse...

pois é....conversa pra boi dormir!

pode começar ja por repor as carreiras medicas.

ora se um gajo está num hospital publico com um contrato sem termo mas em que nunca mais chega a lado nenhum alem de fazer horas e horas nos caos das urgencias, porque é que não ha-de ir pra uma privada? tamem não tem carreira, mas ganha mais uns milhares e tem uma caminha catita pra dormir quando está de serviço. simples. nem é preciso ser muito ambicioso.

portanto..até ha meia duzia de anos ainda havia o mito do lugar garantido na função publica. agora, com contratos individuais de trabalho ?? tão garantidos são uns como outros. além de que, na privada ja se começam a fazer contratos colectivos(como as coisas mudam), ao contrario do publico..

é preciso explicar mais?

Pézinhos N' Areia disse...

um eco à notícia ...

http://jn.sapo.pt/Opiniao/default.aspx?opiniao=Manuel%20Ant%F3nio%20Pina

A Saúde dos outros....