09 dezembro 2009

é bom que as tradições não se percam. fazemos por isso.


Simposium , na Grécia antiga, referia-se a uma festa de consumo (do grego significa sympotein verbo "beber juntos"), mas desde então tem vindo a significar qualquer conferência académica, caracterizada por um formato abertamente discursivo.

O nome latino Symposium provém do grego symposión. Na Grécia Antiga, os simpósios eram sofisticadas reuniões da aristocracia, reservadas exclusivamente aos homens, onde se comia e se bebia vinho misturado com água, procurando-se somar ao prazer da bebida o prazer intelectual, seja de ordem filosófica, literária ou política.
Quando Platão organizou sua Academia perto de Atenas, na realidade o sympósion foi o modelo para seu estilo de ensinar. Platão acreditava que beber vinho com alguém num sympósion era a forma mais rápida e simples de conhecer o carácter e a essência de uma pessoa. Ele dizia que os deuses deram o vinho ao homem como um bálsamo, a fim de implantar modéstia na alma e saúde e força no corpo.

5 comentários:

Animal disse...

dá pra trocar o meu vinho por uma coca-cola? é que dou-me mal com sumo de uva fermentado mas gosto sempre duma boa tertúlia que num acabe cum gajo a despejar o jantar contra um candeeiro...

francis disse...

há um restaurante em Atenas que é uma copia fiel destes tempos...comida, ambiente, musica...coiso.

Piotr Kropotkine disse...

agora o modelo de "ensinar" é mais juntar as turmas todas que tem a cadeira num auditório e despekar uns slides e não se fala mais niçu e nu final se possível e idelamente chumbam todos com dez e um gajo vai pra casa e não pença mais niçu ..... e se conçeguir escolhe uma prufiçção mais digna sei lá .....proxeneta ou gigolo....

Cristina disse...

francis

eu sei, vi no travel channel :))

Cristina disse...

animal

dá, mas não é a mesma coisa.


piotr

é o vinho pá. anda um bocado marado. e depois...claro o resultado não é o mesmo. principalmente naquela parte de modestia da alma...