25 agosto 2009




youtube
.
"Mora comigo na minha casa um rapaz que eu amo. Aquilo que ele não me diz porque não sabe, vai me dizendo no seu corpo que dança para mim. Ele me adora e eu vejo através dos seus olhos um menino que aperta o gatilho do coração sem saber o nome do que pratica. Ele me adora e eu o gratifico só com os olhos que o vejo. Corto todas as cebolas da casa, arrasto os móveis, incenso. Ele tem medo de dizer que me ama. E me aperta e mão, e me chama de amiga"
.
Luis Carlos Lacerda

6 comentários:

Teresa Ribeiro disse...

Bonito :)

Manel disse...

Crsitina,

Este post tem alguma coisa relacionada com o veto do esposo da Dona Maria?

dalloway disse...

Caramba!
A força das palavra é realmente qualquer coisa de extraordinário e o português com açucar é... fantástico.

Dou-me conta que não ouvia isto há demasiado tempo. Obrigada

Cristina disse...

Manel

nops...não estragues a festa :)

Cristina disse...

dall

quem como ela diz textos assim, entre notas?


já reparou como aqui está igual ao mano?

beijos

dalloway disse...

Igualinha, igualinha!