07 agosto 2009

Eu tenho andado distraído

E escapou-me que já existe um novo partido.
Trata-se do Portugal Pro Vida cujo site é um blogue.
É um partido que se define a si mesmo assim:
O movimento Portugal pró Vida propõe para Portugal um caminho amigo da vida e desenvolverá a sua acção política com este objectivo central. Esta visão de um país, de uma sociedade «amiga da Vida» passa pela revogação da actual lei do Aborto, pelo reconhecimento do direito de objecção de
consciência fiscal enquanto tal não acontece, pela universalização do princípio da tarifa familiar da
água, pela instituição do voto universal, pela fundamentação da Constituição Portuguesa sobre um princípio de respeito pela Vida Humana desde a concepção até à morte natural e por outras propostas que contribuam para um contexto legislativo mais favorável à estruturação de famílias e ao acolhimento de novas vidas.

Gostei da "Objecção de consciência fiscal". Não sei bem o que é mas deve consistir em não pagar impostos, portanto coisa boa, por o Estado facultar o aborto e depois quando se estiver a cair de podre usufruir do apoio social do Estado. Já vi desculpas piores para não pagar impostos.
O "Sufrágio universal das decisões políticas, sem limitação etária ou monetária" também me pareceu uma ideia gira. Só não sei como um movimento que defende a vida desde a concepção e ao mesmo tempo a não limitação etária vai conseguir concretizar o voto de um feto de 5 meses. Mas eles lá saberão que é tudo gente de grande saber.
Tem uma direcção constituída por professores universitários, empresários e um pastor evangélico motoqueiro. Podem ver aqui a televisão do partido.
Está feita a apresentação, benzós Deus e puta que os pariu que já há merda que chegue na Assembleia da República.

1 comentário:

dalloway disse...

E eu a pensar que pior que aquele Sousa Pinto de Penafiel era dificil...mas vai dai que o Pêndulo oferece-nos mais uns quantos.

Têm todos um ar muito aborrecido, pálido, comedido, muito sério como se um ar sério fosse sinónimo de eficácia e saber!

Ámen pra vocês tamém