28 agosto 2009

conclusão:



O Tribunal de Menores de cidade holandesa de Utreque retirou hoje aos pais a custódia da menor de 13 anos que pretendia dar a volta ao mundo sozinha num veleiro.
O Tribunal não permitiu essa viagem, tendo decidido entregar Laura Dekker a uma tutela provisória, retirando-a dos cuidados dos pais, colocando-a sob "assistência educativa temporária" por um período de dois meses, considerando que o seu "desenvolvimento psicológico e sua saúde podem correr perigo se partir".
Os juízes ordenaram uma investigação sobre as "capacidades" da adolescente para enfrentar os "riscos" que envolvem um périplo de dois anos e avaliarão novamente o seu caso no dia 26 de Outubro.

"Os pais terão que negociar todas as decisões importantes sobre Laura com os serviços de protecção à menor. Isso significa que Laura não pode começar sua viagem ao redor do mundo sem acordo", indica um comunicado do tribunal.
Os juízes esperam que a investigação contribua para "uma compreensão maior de como foi preparada a viagem e mostre quais medidas de segurança foram tomadas".
Os juízes também indicaram um psicólogo para que avalie as "capacidades psíquicas" da jovem e a sua aptidão para "assumir sozinha a sua educação" durante a aventura.
.
Parece-me sensato.

2 comentários:

Anónimo disse...

E a Holanda aqui tão perto... Que invejinha!

Pedro C.

Larose disse...

gostava de ver um cheiro disto aqui em Portugal!