05 julho 2009

Olha mais um chato a desamparar-nos a loja

Mas é verdade. Estou a pensar ir-me embora.

É?

É verdade. Estou a pensar nisso há um ano.

Para ir para onde?

Para o Brasil. É um país novo, de que eu gosto há muitos anos. E sou muito bem tratado sem ser popular na rua, o que é óptimo. É um país optimista, não está cansado, não está desiludido, sem esperança. Mesmo que agora haja tanta asneira feita no Brasil, todos os dias, não é?

Ide, ide! Ide todos pró caralho que vos foda a todos. Este, a Maria João, o Saramago, etc. Por este e pela Maria João venham duas mulatas, pelo Saramago um prato de tapas e ficamos a lucrar no negócio.
Aliás, mesmo que não venha nada em troca ficamos a lucrar.

10 comentários:

Alfredo M B Caiano Silvestre disse...

Nem mais!
Na "mouche".

Pézinhos N' Areia disse...

com o devido respeito pela "caralhada" do acutilante e sempre oportuno Pêndulo, não posso contudo deixar de dizer que:

- Todos os dias acordo com vontade de fazer o mesmo.


E serei só eu ...?

A diferença entre MST e a minha pessoa (e mais alguns milhares de portugueses, a quem assiste o mm sentimento de fuga "para a frente" e pra longe daqui) é que MST tem o caminho facilitado para tudo e dinheiro não lhe faltará, para ir e voltar as vezes que lhe apetecer.


na verdade tb não sei muito bem, que local escolheria para viver...


Aceitam-se sugestões ....


Bem, pensando bem gosto de àfrica, mas assusta-me ...

Talvez o melhor fosse ir andando e depois ficar onde me sentisse bem.


beijinhos Pêndulo

Isabel Pedrosa Pires disse...

Como gosto de vir aqui, é revigorante!

Só boas notícias.

Promover uma exportação em massa de gente desta, dos que têm as mania que prestam e são especialistas em "cambalachos", pode ser que a moda pegue e que Portugal fique livre de Parasitas.

Boa tarde.

dalloway disse...

E para aligeirar coisa até porque não li a entrevista na integra (farei mais tarde), apraz-me dizer que o desencanto de MST é proporcional á felicidade de Maitê Proença.

Sempre acho que as pessoas devem escolher o lugar onde se sentem mais felizes, sejam quais forem as razões. A isto se chama liberdade de escolha!

Fado Alexandrino disse...

Aproveito para dar a minha opinião e desde já agradecer às duas amáveis leitoras que me visitaram e como prova de agradecimento logo vou colocar o disco da Lemper “Punishing Kisses” que é o que este fulano pensa estar a dar aos tugas.

Ora bem eu também me quero ir embora de Portugal, mas como não quero ficar muito longe do Estádio da Luz fico-me pela Quinta da Marinha. Mesmo que esteja tudo ocupado pode ser que alguns venham a ser constituídos arguidos e vaguem uma ou outra casinha.
Até porque tenho um medo do caraças de viagens de avião.

Não tenho a Maité tenho a Angelino que deve estar a um passinho (um pezinho na areia) de despedir o mânfio.

Um gajo que não quer sair daqui disse...

Se estes se forem a vida por cá não melhora nem piora.

Socrates, Santanas, Pintos e outros que tais é que deviam bazar. Caramba, já encheram os bolsos, agora ide que já vão tarde

Gotinha disse...

LOL

um prato de tapas?!

Pézinhos N' Areia disse...

"Não tenho a Maité tenho a Angelino que deve estar a um passinho (um pezinho na areia) de despedir o mânfio." (fadinho dixit)



...muito me conta Caro Fado Alexandrino ... então a Angelino tá a pôr os patins ao sinhô dôtor ?
Não sei de nada....
Será que já fez todas as plásticas que precisava de fazer ?
Eu acredito que ela lhe ofereça os patins, mas só depois de estar toda retocadinha. São umas interesseiras, é o que é.

A boquinha deve continuar .... mham ...mnham ...:-)))) ... não é fadinho ?

E não se esqueça que para viver na Qta. da Marinha tem de ter um Aston Martin .... Tem ?


bejocas filhote...

Cristina disse...

Bom, este pelo menos não anda a pedinchar dinheiro ao contribuinte. escreve, vende, paga impostos. faz a vida que lhe apetece e anda por onde lhe apetece com o proprio dinheiro, que é coisa que não estamos habituados a ver.


e também não diz que quer deixar de ser português. há uma certa diferença.


por mim, pode ir e voltar quando quiser. estou com a Dalloway. o "problema" dele é outro.... :)))

Anónimo disse...

Já agora, Soares e afins :-).. não entendo essa de escolher lugares..se fosse pessoas..lugares são para movimentar e olhar..:-)

abraço

intruso