06 julho 2009

este país transborda de talentos


ainda a propósito de Prima-donas, escreve o Tomás Vasques:
Miguel Sousa Tavares disse ao DN: «Estou a pensar ir-me embora para o Brasil». Só lhe posso desejar boa viagem. Mas o Alto-Volta, mesmo tendo mudado de nome, também não me parece má ideia..

.
Maria João Pires anunciou que vai renunciar à nacionalidade portuguesa. Quer tornar-se cidadã brasileira porque está farta dos «coices e pontapés» que recebeu do Governo português. A empregada doméstica do meu prédio, uma brasileira jeitosa, há meia dúzia de dias, quando nos cruzámos na escada, disse-me que estava à beira de adquirir a nacionalidade portuguesa. Está farta dos «coices e pontapés» que o Governo brasileiro lhe dá - confidenciou-me. Esteve desempregada durante 3 anos. Troca por troca, prefiro a brasileira. Não toca piano, nem fala francês, mas as escadas do meu prédio estão exemplarmente limpas. Temos por cá muitas prima-donas.
.
Ora a grande diferença é que MST diz que vai para o Brasil e pode bem ir para onde quiser que não tem contas (literalmente) a dar a ninguém, mas não só não diz que quer ser brasileiro, como não diz que vai renunciar à nacionalidade, como até penso que os motivos que o puxam para lá são bastante convincentes :). Ao contrário da outra que, depois depois de gastar o nosso dinheiro e de meter os pés pelas mãos, ainda se considera uma "vitima da sociedade"...calhando, ainda lhe estamos a dever muito.... Já estou como o outro.... "nanana, pegue lá umas brasas e vá fazer o inferno pra outro lado!"

Sem comentários: