08 junho 2009

nascido a 8 de Junho de 1970, Jorge Mário da Silva, ou, e sempre, "seu Jorge"

Da WKP

Primogénito de quatro filhos, Charles, Vitório e Rogerio, seu Jorge teve uma infância tranquila, frequentando a escola e ajudando a mãe a tomar conta dos irmãos. Começou a trabalhar com apenas dez anos de idade numa borracharia, primeira de várias ocupações como contínuo, marceneiro, office-boy, entre outras. As variadas profissões nunca ofuscaram o seu verdadeiro desejo de se tornar músico. Desde adolescente, frequentava as rodas de samba cariocas acompanhando o pai e cedo começou a profissionalizar-se cantando na noite e tocando violão, enquanto tocava também vários outros instrumentos, como o baixo.
Foi aí que a morte do seu irmão Vitório durante uma chacina, levou a família à desestruturação, acabando Seu Jorge por viver como sem-abrigo durante cerca de três anos. A virada deu-se quando o clarinetista Paulo Moura o convidou para fazer um teste para um musical de teatro. Foi aprovado e acabou por participar em mais de 20 espectáculos com o Teatro da Universidade do Rio de Janeiro, como cantor e actor.
Participou depois na formação da banda Farofa Carioca, que lançou seu primeiro CD em 1998 com uma competente mistura da ritmos negros de várias partes do mundo, como samba, reggae, jongo, funk e rap. Porém, não continuou na banda e partiu para uma carreira solo. A partir daí, Seu Jorge tem a carreira engrenada e passa a participar de vários projectos, como um disco de tributo a Tim Maia e na turné da banda brasileira Planet Hemp, em 2000.
Mas não só pela via musical se tornou conhecido. Na sua filmografia constam dois grandes destaques: uma participação em Cidade de Deus , como Mané Galinha , sucesso do cinema brasileiro, e em The Life Aquatic with Steve Zissou (2004), filme que reúne grande elenco, com nomes como Bill Murray e Cate Blanchett. A banda sonora é espectacular!, toda cantada por ele, já aqui falei como, e um dos meus discos preferidos de sempre.
A discografia oficial do cantor conta com os seguintes álbuns: Samba Esporte Fino (2001), Cru (2004), The Life Aquatic with Steve Zissou, Studio Sessions, Featuring: Seu Jorge (2005), e América Brasil (2007).

1 comentário:

Desinformador disse...

Há que ouvir uma versão da Fernando Abreu do 'Seu Jorge da Capadócia' Esta miúda de Copacabana, apelidada de Miss Acid Jazz no Japão é um verdadeiro show!!!

Bem distinta e longe do típico "vamo levantar poeira"