18 fevereiro 2009

mas aquilo é uma escola ou um campo de trabalhos forçados??


Cinco alunos do Colégio Militar estão internados no Hospital Militar Principal, em Lisboa, devido a excesso de treino físico. (...)
Os pais dos miúdos internados ficaram assustados porque os níveis de enzima (substância proteica que pode indicar lesões musculares) estavam muito acima dos valores normais. Até porque, esta não é a primeira vez que o excesso de exercício físico obriga ao internamento de alunos.No entanto, o médico Mário Jorge Santos, recusando-se a falar do caso específico, esclarece que estes níveis elevados de algumas enzimas "podem indicar destruição muscular".
DN
.
Não sei mais do que está na notícia mas, pelos exposto, os miúdos foram provavelmente internados por uma rabdomiólise, que de facto se detecta pelo doseamento de enzimas, que significa destruição muscular por excesso de esforço e que a partir de determinados níveis obriga a internamento e vigilância de possíveis complicações.
Ora...um jovem aguenta grande esforço fisco sem começar a destruir o músculo (basta pensar nos desportistas), ou seja, é preciso que se ultrapasse muito o aceitável...então, que raio de bestas orientam estes exercícios com crianças, com que responsabilidade e com que monitorização? Eu se fosse mãe de um deles não ficaria só assustada. É inacreditável. No mínimo.
.
ps- não me custa a acreditar, que a coisa se passa mais ou menos assim, como descreve o Anarca...

5 comentários:

Anónimo disse...

O ditado antigo diz " Casa de pais, escola de filhos". Por aqui depreende-se o muintos anteriormente sofreram de bico calado e agora infligem aos que á semelhança deles devem ser.

francis disse...

rab quê ?

tenho vários amigos da minha geração que passaram pelo colégio militar e os gajos às vezes levam aquilo para lá do limite, chega a ser estupidez.

Fado Alexandrino disse...

Muito filmes americanos, sei lá se calhar até um Kubrick.
E isto para preparar forças de elite para nos defenderem de uma invasão.
Mas quem é que quer invadir esta coisa?

Animal disse...

os madeirenses?

Anónimo disse...

A praxe é uma instituição clandestina que só será eliminada quando as chefias do exercito quiserem. Não é só no colegio militar, mas em todas as escolas das forças armadas. O pior é que esta desgraça já há muito que ultrapassou os muros dos quartéis e está agora bem implantada, sem que quase ninguém a declare ilegal, nas universidades e escolas superiores civis. Não se queixem...