16 dezembro 2008

Acne, como lidar com um inimigo traiçoeiro?



O acne, que para alguns será uma recordação longínqua da juventude e para outros um drama bem actual, é, em qualquer dos casos, um problema que não deixa nenhum dos atingidos indiferente. Até porque, em muitos casos, a velha técnica do tratamento literalmente à unha, deixa sequelas definitivas com repercussões não desprezíveis na auto-estima.
O acne afecta as zonas da pele que contêm maior concentração de glândulas sebáceas como a faixa central do rosto e as costas nas zonas inter-omoplatas. São as zonas em que a pele produz mais gordura. As causas que estão na origem deste problema são claras: alteração do crescimento das células do folículo piloso, produção excessiva de sebo, aumento do crescimento bacteriano e inflamação. São estes os factores que provocam as lesões elementares observadas na Acne: os comedãos abertos ("ponto negro"), comedãos fechados ("ponto branco"), pápulas ("borbulhas"), pústulas ("espinhos") e, com menos frequência, nódulos inflamatórios, quistos e cicatrizes.
Como lidar com o acne?

Existem alguns cuidados que devem ser respeitados: nunca espremer os pontos brancos e negros de modo a diminuir o risco de cicatrizes; não lavar a pele exageradamente; utilizar produtos dermatológicos suaves, sem álcool.
Prevenção.
Quem tem tendência à formação de acne, deve evitar todos os alimentos que relacione com o seu aparecimento (por exemplo, há pessoas que relacionam a ingestão de borbulhas com o consumo de chocolate). Os alimentos que favorecem a vitalidade e saúde da pele, são os ricos em vitamina A.

Tratamento tópico:
· Os mais usados são cremes e loções com vitamina A , o peróxido de benzoilo e ácido salicílico. Estes produtos, ajudam a desbloquear o canal folicular da glândula sebácea por onde drena o sebo, a desinflamar e a reduzir/neutralizar as bactérias. Podem causar secura e descamação da pele, mas são geralmente eficazes nas situações menos graves.
Deve-se usar depois um hidratante o mais básico possível (quanto menos constituintes melhor)
· Outras soluções de aplicação externa contém antibióticos como a eritromicina, clindamicina ou eritomicina + zinco. São utilizados nos casos mais ligeiros de acne, mas em que há já significativa quantidade de lesões infectadas (com pus).
Cabe aqui ainda referir, um outro produto que se pode experimentar em casa e que é haitualmente referido como interessante no tratamento do acne: a argila. Ajuda à esfoliação da pele, tem efeito anti-séptico, anti-inflamatório, "secante" e cicatrizante.
Máscara caseira:
iogurte e argila
6 colheres de argila (compra-se em pó no supermercado)
(2?) colheres de iogurte natural
(2?) colheres de água de cozer batatas
Coza as batatas e conserve o líquido. Misture a argila, o iogurte e a água das batatas até obter uma pasta homogénea. Lave o rosto, aplique a mistura evitando a zona dos olhos e deixe repousar durante 15-25 minutos. Retire os restos com a água das batatas que tiver sobrado e seque o rosto com palmadinhas ligeiras. Para finalizar, tonifique a pele e hidrate-a com um preparado nutritivo para o tipo de pele.
Note: A espessura da camada a aplicar pode variar conforme a intensidade e profundidade da acção que se pretende. A argila é escura quando está molhada e vai ficando clara quando seca - deve ser retirada imediatamente antes de ficar completamente seca. O melhor processo de remoção é com água tépida, no caso de ser usada simples, ou com a água das batatas, no caso - nunca esfregar.
Tratamento sistémico (via oral):
(orientado por um médico)
As formas mais utilizadas de tratamento são à base de antibióticos orais ou tópicos para os casos mais graves
· Os antibióticos orais mais usados para o tratamento do acne moderado ou grave são as tetraciclinas (doxiciclina e minociclina) e eritromicina. Estes reduzem as bactérias no folículo e podem diminuir a inflamação.
Outros
Existem depois outros tipos de tratamentos, já da esfera da estética e obrigatoriamente acompanhados por um dermatologista que consistem em peelings, laser, ou o dermoabrasão, que consiste em “polir” a parte superficial da pele para eliminar a camada superficial da pele e com ela os "restos" de acne e cicatrizes..
.
Recomendação especial: nunca usar indiscriminadamente o que a industria oferece e vende como "milagroso". Se não tiver possibilidades de recorrer a um médico, tente pelo menos obter algum produto com os constituintes referidos.

2 comentários:

immortal disse...

li algures ainda hoje que o acne afecta adolescentes e jovens ate aos 30...ha um mês q fui afectada...estou com mais acne de que muitos dos meus alunos...tentei muita coisa dessa de cremes e pomada, nunca nada deu resultado, agravado que também possa ter origem nervosa segundo me pareceu um diagnóstico que nunca percebi bem, a ser verdade justifica-se este último ataque...mas há cerca de 6 anos a minha medica na altura resolveu bem o problema receitando-me a pilula, remedio santo até ter parado de a tomar, a pele mudou radicalmente e a mistura nervos/ stress tomou conta do resto

Cristina disse...

resulta, de facto, nos casos disfunção hormonal.

é por isso que se deve sempre consultar um medico se não for coisa que passe com um produto tópico.

bj