04 dezembro 2008

há gente

que em vez de se preocupar em rentabilizar os seus assets, investir no mercado de futuros ou mesmo comprar acções baratinhas do millennium (quem diz isso, diz dedicar-se a coisas sérias como inscrever-se num partido e ir prós comícios gritar vivas ao líder), há gente, dizia eu, que se dedica à arte.
Arte... como se isso pusesse pão na mesa de alguém...

Uns inúteis, estes artistas. Se forem tão inúteis como eles, ide lá.
Se não, continuem atentos ao PSI20 e às outras coisas realmente importantes.

3 comentários:

Anónimo disse...

Obrigado animal, gosto dessas notícias!

Podem parecer uns inuteis mas
Há muitos que eu conheço
que sem parecer o que são
são aquilo que eles parecem.

Não rima, não sou um Aleixo mas dá pra entender...

Tino.

Animal disse...

podiam ter estudado direito ou economia e em vez disso deram em artistas. só pra desgostar e contrariar a família, já se vê.

dalloway disse...

Obrigada pela dica Animal.

Gosto especialmente de artristas, o que não gosto é de artolas