27 novembro 2008

Mensagens de Natal. Ou quando tudo se equivale.





O Campo de concentração da Lego, ou Versões em lego de fotografias famosas (mais na página Flickr de Mike Stimpson e no RafaBarbosa) , são exemplos de um projecto que tenho dificuldade em entender. A foto que ilustra o post é da autoria de Eddie Addams e mostra, concordo com Marco Santos, um contraste quase obsceno entre a violência da imagem original e os sorrisinhos assépticos dos bonecos em lego. E não percebo. É a isto que se chama banalização do mal? (pergunta Ryff), Ou haverá formas lúdicas e construtivas de não esquecer a barbárie? Imaginam um Natal com pais sentados calmamente com os filhos a construir campos de concentração e a explicar o significado de tudo aquilo?
.

18 comentários:

once disse...

.. sem palavras.

bom fim de semana Cristina

Desinformador disse...

Só pode ser uma brincadeira de péssimo gosto! Há gente que não tem qualquer tipo de consciência humana!

Eric Blair disse...

pôrra, agora entendo o bitaite lá na tasca. Parece que estamos em sintonia rapariga...

Fado Alexandrino disse...

Numa altura em que a loucura volta a mostrar-se em Bombay só se pode dizer:

Não há limites para a estupidez humana.

immortal disse...

eu ia referir-me ao sorriso estúpido dos bonecos mesmo antes de ler tudo com atenção...

Mad disse...

Era mais avós e bisavós, em vez de pais...

dalloway disse...

Ontem quando vim aqui e vi este post pensei que estava a perceber mal o que via e lia e vai daí que decidi culpar o adiantado da hora pela minha incapacidade para compreender o respectivo post.
Hoje volto a horas decentes e vejo reafirmada a minha incapacidade para compreender isto...com a agravante de não conseguir dizer nada e ficar literalmente sem palavras...

Cristina disse...

once

bom fim de semana, beijinhos

Cristina disse...

desi

sinceramente não sei como classificar isto. ultrapassa muito a falta de gosto...

Cristina disse...

eric

parece, não estamos. como quase sem pre :)

Cristina disse...

Fado

não ha mesmo. este grupo está a ultrapassar largamente o razoável na reprodução de cenas reais.

beijo

Cristina disse...

immortal

eu achei isto tão chocante pá! como é que se podem fazer destas cenas....brinquedos??

Cristina disse...

Mad

coitados....devem ficar pra lá de atónitos..

Cristina disse...

Dalloway

agora que o leio...realmente está pouco compreensivel, meio atabalhoado, além de ser pouco elucidativo da indignação que me causou. mas é isso mesmo, foi como fiquei quando pensei que existem pessoas que imaginam estas cenas assim: como brinquedos em mãos de crianças felizes em noite de Natal.

o buraco dos esqueletos, então, é o sonho de qualquer um....

dalloway disse...

Cristina o meu intuito não foi dizer-lhe que achei o seu post atabalhoado ou pouco elucidativo, bem pelo contrário. Por ser real e tão cruel fiquei sem palavras!

sem-se-ver disse...

:| :| :| :| :|

como?!?!?!

mas que é isto?????????

tá tudo doido?????

e não há quem o proíba????


mas isto é mesmo verdade?!?!?

Cristina disse...

dalloway

eu sei linda, mas foi o meu..lol.

quando o reli pensei: está escrito con a confusão que senti.

Cristina disse...

ssv

nunca pensei que chegassemos a isto... falta o Sadam na forca, também é uma imagem interessante e histórica. aliás, os americanos fizeram e venderam bastante bem o boneco, conforme mostrei aqui na altura.