05 novembro 2008

hossana obama


e prontes. está aí um novo messias. agora é pegar nuns calhaus pró apedrejar.

5 comentários:

Charlie disse...

.... e ate a Baraka abana, digo, Obama....

Cristina disse...

até rezava, se soubesse...

anrafel disse...

Menos, menos. A alegria e o entusiasmo pela vitória do Obama não impedem que a maioria dos que vibraram com a sua campanha enxergue as complicações que ele terá pela frente, notadamente para nós da América Latina.

Fado Alexandrino disse...

notadamente para nós da América Latina.

Então mas ele foi eleito presidente dos states ou da américa latina?

anrafel disse...

Fado Alexandrino, demorei a retornar, mas complemento o meu comentário.

Um presidente mexicano já chegou a dizer que o problema do seu país era ficar muito longe de Deus e muito perto dos EUA; a América Central, exceto Cuba, é tratada como quintal (que alguns quintais não se ofendam).

A política interna da Colômbia é monitorada totalmente pelos Estados Unidos através de um tal Plano Colômbia; na Venezuela, partes majoritárias da imprensa, do empresariado, entre outros, esperariam apenas um estalar de dedos norte-americanos para tentar uma loucura contra o fanfarrão Hugo Chavez.

No Brasil, temos cm eles um tremendo contencioso em termos de comércio internacional que nos é absurdamente desfavorável.

Parando por aqui, acho que dá para perceber a que tipo de dificuldades me refiro. O presidente de lá não é o nosso, mas império é império e existem periferias e periferias.