21 outubro 2008

afinal, observar um aquário não é tão tranquilizante como dizem...


Uma volta no pequeno aquário redondo e a paisagem é toda nova. Assim, sempre que um peixinho cruza o olhar com uma peixinha, é sempre como se fosse a primeira vez.

(Citação do Filme “The Goldfish Memories” )

Imaginaram? a vida como a de um peixinho dourado, sem tédios, sem lugares comuns, sem os chatos do costume porque não haveria costume, numa renovação constante, rostos diferentes a todo o instante, amigos novos a cada momento, vizinhos novos, colegas novos, um mundo novo todos os dias.....sem falar que os peixinhos acabam sempre por morrer inesperadamente, sem motivo aparente e sem nem se despedir...

huumpf....

14 comentários:

Pêndulo disse...

E isto?

Brancaleone, o que vive ( contra a vontade) na Colônia disse...

Pois o meu aquário não é nada tranqüilizador. São 150 litros onde vivem 3 Taraíras (peixe predador de água doce cá da Colônia). Qualquer coisa viva que seja colocada no aquário é imediatamente atacada, despedaçada e devorada. Ragala-me colocar pequenos lambarís e assistir as minhas taraíras devorando-os.

Mas eu não observo muito meu aquário. Acho falta de respeito ficar assim, o tempo todo impedindo a privacidade dos pobres peixinhos...

dalloway disse...

Ser peixa? Tudo novo a todo o instante ?!
Bolas, mais vale fumar uma broca!!

Álex disse...

já parecem os sintomas de Alzheimer...foleiro eu sei, que raio de humor vespertino #"@!!ZZ#%$!!

Ulysses disse...

Não é nada tranquilizante. Lá no escritório, temos 6 aquários enormes e há peixes de 6 habites diferentes, mas em todos eles a predação é terrível, especialmente quando procriam... até dá do.
Os peixes comem-se literalmente uns aos outros.

wild disse...

Oh eu não concordo com nada disso, Eu tenho um aquário grande e adoro olhar os bichinhos, andam ali pelo meio das plantas descontraídos.Claro que os grandes devoram os bébés, por isso existem uma caixinha chamada maternidade para evitar isso, Ou então, muitas plantas e pedras no fundo para que se possam esconder! :P

Cristina disse...

p

isso, é um tema muito curioso, a duração da memoria. :)

Cristina disse...

brancaleone

é verdade, eu já tive um aquario de 400 litros, não era eu que cuidava dele, obviamente, e quando saiamos por alguns dias, à pergunta "quem da comida aos peixes?" era-me respondido "eles comem-se uns aos outros!".....:/

Cristina disse...

doll

o pior é que é....:))

Cristina disse...

alex

não deixa de ser, embora não tão exuberante como os nossos amigos aí.

os peixes são basicamente dementes, coitados..

Cristina disse...

ulysses

claro, e é uma forma de limitares a população de um aquario senão tás tramado....ha uns que ja não me lembro como se chamam que nascem tipo aos molhos.

Cristina disse...

wild

sim, os verdadeiros amantes da bicharada fazem isso, principalmente quando são peixes raros ou caros ou dificeis de mantes como aqueles de rabo muito comprido, os betta.

Animal disse...

Cristina, "ha uns que ja não me lembro como se chamam que nascem tipo aos molhos", esses são os chineses

Anónimo disse...

Para quem não pesca nada de peixinhos, hexistem uns aquários em que os peixes não morem, são de plástico!

Tino.