08 julho 2008

só não lhe chamaram engenheiro...


Do Público
A Administração Bush pediu desculpa à Itália e ao primeiro-ministro Sílvio Berlusconi pelo “erro muito infeliz” de ter feito distribuir durante a cimeira do G8 uma biografia deste último em que o apresentava como “um dos mais controversos líderes na história de um país conhecido pela corrupção governamental”.
Inicialmente um empresário com grandes "holdings" e influência nos media internacionais, Berlusconi “é visto por muitos como um diletante político que apenas obteve o seu alto cargo por meio da considerável influência exercida sobre os media nacionais, até sido obrigado a demitir-se em 2006”, dizia a nota biográfica entregue aos jornalistas acreditados na Casa Branca e que ficaram boquiabertos com o que leram.
Perante o escândalo, veio a ser esclarecido que “os sentimentos expressos não representam as opiniões do Presidente Bush, do Governo ou do povo americano”. Apenas se tratava de uma referência preguiçosamente copiada de um site na Internet.
.
hã??? "líder controverso" de um país "conhecido pela corrupção governamental"....por momentos até pensei que estavam a falar de Portugal....agora... tratando-se da Itália de Berluscini.... imperdoável, pá! com franqueza...como é que é possivel? realmente, só tratando-se de um “erro muito infeliz”...

7 comentários:

Desinformador disse...

ora, isso é apenas e só porque o Sílvio não andou na Uni!

Desinformador disse...

deitaram a culpa à Wikipedia, problema resolvido!

Pelos vistos não são só os estudantes a nível global que copiam textos integrais do que se publica naquela enciclopédia popular... os assessores do Bush também se socorrem dela para atalhar caminho!

Cristina disse...

pois é...o problema não é o texto, o problema é que até foram buscar um que dizia a verdade, e nestas coisas de politica e da diplomacia não se pode.

mar disse...

Oh pah, é q isso de engenheiro não é para todos :)

Bjinhos

Francis disse...

"tratando-se da Itália de Berluscini"
se é do berluscini não há crise pá.

Cristina disse...

mar

nao é mesmo :))

beijinhos

Cristina disse...

francis

tens razão. apesar de toda a currupção, e neste caso muito mais descarada qu a nossa, va-se lá dizer que isso os impede de ser um pais desenvolvido??