17 junho 2008

só pra não deixar passar esta.


A Federação Nacional dos Médicos (FNAM) disse que os hospitais "enviam doentes para os centros de saúde para lhes serem passados exames, numa prática que desvia despesas e ocupa os médicos de família com burocracias." link
É ridículo e preocupante. Não vou chegar ao ponto de dizer que a FNAM, com estas declarações, incentiva os médicos de família a desvincular-se dos seus doentes mas, que parece, parece. Esquecendo-se que, tal como o nome indica, é no centro de saúde que estão os "médicos assistentes" do cidadão..... por exemplo, se um doente é internado ou vai a uma consulta num hospital, é visto, tratado e orientado e a partir daí, o médico de família deve apoiar o seguimento do seu doente garantindo alguns exames e tratamentos necessários, até à próxima consulta hospitalar. É esta a definição de médico de família, que é o médico que em qualquer circunstância deve ter a relação mais próxima, em todos os aspectos. Muito me espanta, que a FNAM considere este apoio como "burocracias" destinadas a "ocupar os médicos de família" e a "aumentar a despesa dos centros de saúde".
A propósito destas declarações, Ana Jorge afirmou que os hospitais públicos devem rentabilizar os recursos e os meios que têm ao seu dispor. Mas disse mais: que a despesa dos exames de diagnóstico pedidos pelos médicos dos hospitais ou dos centros de saúde é do Serviço Nacional de Saúde. E que, "Sai mais caro ao SNS os doentes dirigirem-se aos hospitais para mostrarem os exames, que são pedidos aos centros de saúde quando o doente mora longe do hospital". Pois é.... só "burocracias" destinadas a "ocupar os médicos de família" e a "aumentar a despesa dos centros de saúde"....

5 comentários:

Animal disse...

e reiki, tamém receitam?

Sofia Loureiro dos Santos disse...

Exactamente. Desinformação e populismo.

Nux@ disse...

Gosto imenso de visitar este blog, já algum tempo que sei da existência do mesmo por intermédio de uma amiga e hoje qual não foi o meu espanto que vejo a "minha foto de amarelo canário"... Estou num estado gravitico avançado e não sei se voltarei a trabalhar nessa instituição, mas vou ter saudades das pessoas, ai isso sei que vou...

Cristina disse...

sofia

é incrivel, ja não basta enxotarem os doentes para o hospital,andam as pessoas meio à deriva porque "agora já não é nada comigo, é com o hosp", como se o doente deixasse de lhes pertencer, ainda vêm estes por lenha na fogueira...
tamem, compreende-se. quem é que está nos sindicatos?

Cristina disse...

nuxa

looooooooool!!! isto é uma aldeia :))

prazer em saber que está por aqui mais alguem do meio além da sofia aí em cima ;)

beijinhos, volte sempre