02 maio 2008

ora nem mais....

Igreja opõe-se à abertura de hipermercados ao domingo para proteger a família
A mãe no Intimissimi a comprar fios dentais, a filha no cinema com a manápula do namorado borbulhoso no meio das pernas, o filho na Gamestage a fazer um test-drive ao Assassin's Creed e o pai na Sportzone a escolher canas de pesca. Ainda querem que esta pobre família invente tempo para se enfiar num hipermercado? É que ainda falta dar a voltinha pela Fnac e ir buscar uns incensos à Natura... Haja humanidade, bailhamedeus!

3 comentários:

e-ko disse...

tou-me nas cores prás oposiçiones da ICAR mas, de facto, inquanto os tugas não souberem fazer mais nada du que ir vaguear nos centros comerciais ao domingo... sim, onde é que há centros culturais e bibliotecas abertos ao domingo à tarde... quais são os funcionários públicos dispostos a permitir que os seus conterrâneos se cultivem ? os que ainda vão há fnac ainda podem aprender qualquer coisa... e dinheiro ?

Anónimo disse...

A culpa é dos funcionários públicos!
Privatizem-se as bibliotecas e os centros culturais !

Animal disse...

se a igreja quer os shoppings fechados ao domingo em nome da sagrada família, então que dê o exemplo e feche o hipermercado de fátima para descanso do pessoal...