08 maio 2008

ahhhh!!! ora aí está um verdadeiro atestado de sanidade mental..



O austríaco Josef Fritzl, que manteve a sua filha sequestrada durante 24 anos numa cave e durante esse tempo a violou e teve com ela sete filhos, três dos quais só viram a luz do dia há cerca de dez dias , divulgou uma mensagem por seu advogado afirmando não ser um monstro.. "Não sou um monstro", declarou. "podia tê-los matado a todos e nunca ninguém saberia" .


Perante estas declarações, como é que um advogado pode pretender que o seu cliente seja considerado inimputável?? "O meu cliente não merece estar na prisão, mas sim num hospital psiquiátrico." Porquê? ele revelou que sabia exactamente o que estava a fazer e até lhe atribuiu um grau de gravidade....ou estou errada?

10 comentários:

Desinformador disse...

Para mim só há um lugar perfeito para esta coisa, com sete palmos de terra em cima!

Álex disse...

inimputável uma merda! há uns gajos que são assim, para tudo lúcidos e "normais", excepto nalguns parâmetros ou valores. Têm um "desvio" mas não sentem "remordimiento", não acham que fizeram nada de mais...

escrevinhadora disse...

Ainda não percebi como foi desmascarado o gajo; é que gosto de moralidades...

Lola disse...

Cristina,

Isto é pior que um filme de terror.

Não sou capaz de compreender.
Pure evil, não sei traduzir, à letra é pouco.

Francis disse...

6 feet under.

Cristina disse...

alex

no entanto.......apesar de acharem que não fizeram nada de mais, normalmente não falam disso ás outras pessoas. porquê?

claro que sabem que estão a fazer mal. este sabia tudo. e acha-se um doce por não ter acabado com a brincadeira cortando-os às postas...fantastico.

Cristina disse...

escrevinhadora

foi quando uma das filhas-netas foi internada. ainda elevou as suas qualidades morais por lhe ter prestado assistencia..

Cristina disse...

francis

oi Francis! gente desta não tem tratamento possivel, de facto.

beijocas

Fado Alexandrino disse...

este fulano estragou-me um dos axiomas que eu mais gostava que era:
Não há limites para a estupidez humana
ele colocou um limite muito difícil de ultrapassar.

Cris
O acto de levar a miúda mais velha ao hospital segundo dizem os jornais foi porque verificou que se ela morresse era difícil fazer desaparecer o corpo porque a fornalha onde incinerou um dos filhos era pequena.
Arriscou e se não fosse um bilhete que a mãe colocou no bolso da filha talvez até tivesse escapado.

Eric Blair disse...

e o advogado que o defende, também é inimputável? Fecha os olhos à noite e dorme?