16 abril 2008

Porra que não se pode ser velho!

A coisa começou assim:
Num lar de idosos dinamarquês um velhinho pensou que podia dar algum uso aqueles tremeliques próprios da idade. Ora como se juntasse os tremeliques dele aos de outra residente a coisa podia dar em luxações e fracturas que osteoporose é lixada, fez a proposta a uma enfermeira mais robusta de carnes. Esta, já farta de tanto assédio, comunicou à directora que lá arranjou uma "profissional de terapia sexual"(profissão legal no país). O certo é que depois o velhinho parecia outro, chilreando bem disposto e nada rabugento. " Se resultou com este porque não disponibilizar o serviço a outros?" pensou a directora, e pronto, passou a ser um corrupio de "meninas" para o lar.
Claro que há sempre quem não possa ver os outros felizes e " Aqui d'el Rei que isto é uma pouca vergonha" (cá para mim estão é de olho na herança e não querem que o avozinho a dissipe), agora numas cidades as meninas podem ir aos lares e noutras não e as sondagens dividem a população a meio. Entretanto Copenhagen-based Danish Sex-worker Association tenta manter as visitas dizendo
``To forbid vulnerable customers from obtaining the services of a legal business is discriminating, both against the sex workers and the people who need help to get the services,''

Sendo a prostituição legal na Dinamarca que raio de ideia é esta de impedir alguém de fazer o que os outros fazem só porque é idoso?

(post com alguns exageros meus . A história está aqui)

11 comentários:

atento disse...

Breve passagem por aqui.
A vida tem tantas histórias…
Espero que um dia se viva menos de sondagens e sem interferências na tua boa disposição.

Abraço

Alien8 disse...

Decididamente, a discriminação não conhece limites...! :)

Rui Perdigao (Vidas) disse...

Não, não é sobre o Socratear, mas sim sobre Call Girls, uma prestação de serviços que deveria beneficiar do apoio do Estado, assim como um patrocínio diagonal, que envolvesse vários ministérios, sobretudo aqueles, que por razões políticas, tem uma actividade política expressivamente próxima das Call Girls.
Rui Perdigão (Vidas)
http://www.vida-das-coisas.blogspot.com/
Saudações

Animal disse...

tou à espera que se possa meter isso nas despesas de saúde. mas tem de ser taxado a 5%, se não os gajos não aceitam.

enquanto espero, vou sacando porno...

Pêndulo disse...

Animal, se for com receita médica aceitam. Temos de arranjar quem nos assine o papelinho

Animal disse...

Cristina, oubistes?... fazes o jeito ós teus inquilinos?

Cristina disse...

P

EXCELENTE POST!!!
lindo, fartei-me de rir. ora, eu cá que o que quero é ver a malta feliz disponibilizo-me desde já a passar quantas receitas forem precisas para a fisioterapia sexual :))) se a coisa se legalizasse cá, podes crer que era um mercado da china...

Cristina disse...

olhó Perdigão! olá!!! sempre cas antenas no ar, ein??

Cristina disse...

animal

tu começa é a tomar bastante cálcio...

Manel disse...

Este post é mais belo que qualquer conto de Natal.

Rui @t Blog disse...

Peço desculpa mas este post tria ficado mais completo com:
- Nome e morada do lar;
- Condições de admissão ao lar;
- Link para a ficha de inscrição.

Imperdoável.
Já agora, na Dinamarca a partir de que idade já se pode ser idoso ?