08 abril 2008

o cone invertido

Pois é.....as reuniões de trabalho são como as notícias da política: fazem-me sempre lembrar uma passagem d' A Casa dos Deuses, de Samuel Shem...
A hierarquia médica da casa era uma pirâmide: muita gente na base e apenas uma pessoa no topo. Tendo em conta a mentalidade requerida para a escalar, assemelhava-se mais a um cone de um gelado- tinha que se lamber o caminho até ao topo. Os poucos que se encontravam mais perto do topo eram só língua devido à constante aplicação da língua no cu imediatamente acima. Se se cartografasse cada córtex sensorial, isso revelaria um homúnculo com uma língua de mamute recobrindo uma enorme porção de cérebro. A coisa boa do cone de gelado era que da base se tinha uma visão nítida de todo aquele lamber. E era vê-los então, os Lambe-Cus, putos gananciosos e optimistas numa gelateria em Julho, sempre a lamberem, a lamberem, a lamberem. Que visão impressionante.
.
ps-um livro imperdível.

6 comentários:

tinóni disse...

Não resististe a ir ler o livro outra vez!!depois tens de me emprestar pois não sei do meu e também gostava de voltar a ler...os GOMER, os GOMER...amanhã esperam-nos mais umas dezenas
Jinhos

tinóni disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
tinóni disse...

Não resististe a ir ler o livro outra vez!!depois tens de me emprestar pois não sei do meu e também gostava de voltar a ler...os GOMER, os GOMER...amanhã esperam-nos mais umas dezenas
Jinhos

Cristina disse...

loooooooooooooooooool

ah desgraçada!!! epá, fui preciso ir espreitar as saudades de Macau para te identificar...
amanhã são todos GOMERS!!! Get out of my emergency room!

ora claro, com esta "memoria prodigiosa" que deus me deu, ja nem me lembrava bem do que é que tratava!! :p


até amanhã

Eric Blair disse...

ps.(r) o cone não está invertido

Lola disse...

Cristina mais linda,

Eu nem posso comer gelados.

Mas cada um lambe o que gosta.

Deixa-os poisar.

Beijinhos