13 abril 2008

Jardim protege Cavaco. Primeiro duns infelizes, depois de um bando de loucos.A Nação agradece.


«É tradicional cada Chefe de Estado fazer a cada uma das Regiões Autónomas, em cada mandato, uma visita oficial» (...) Mas «é uma visita normal, de rotina, não há nada de especial aqui», considerou, desconhecendo o que os «30 jornalistas» do continente que acompanham a visita esperam encontrar na Madeira. «Devem vir fazer a subversão do costume. Devem vir atacar o Alberto João, como de costume, mas o Alberto João diverte-se», disse. (...)
Esta reunião «não tem nada a ver com os pedidos de audiências que houve aí de uns infelizes quaisquer, que não fazem parte do programa oficial», esclareceu Jardim, explicando que sendo o Governo e os responsáveis de todas as câmaras da Região do PSD não havia razão para «incomodar» o PR com uma nova reunião com este partido, uma vez que já estão previstos encontros com os membros do governo e com os autarcas.(...)
«Eu acho bem que não haja uma sessão solene. Acho que com o bando de loucos que está dentro da Assembleia Legislativa era uma péssima imagem da Madeira ver aquele fascista do PND, e ver o padre Edgar, e ver aqueles tipos do PS, acho que isso era uma imagem péssima da Madeira e ia ter repercussões negativas no turismo e na própria qualidade do ambiente», disse Jardim, que garante não apresentar «aquela gente a ninguém».

4 comentários:

Pêndulo disse...

Eu acho que o Jardim devia fazer dieta para melhorar a imagem. Isso e usar mordaça.

e-ko disse...

eu só me pergunto o que se vai passar na Madeira quando o Jardim passar à reforma... pelo menos a palhaçada acaba-se!

jinho

Lola disse...

Cristina mais linda,

A verdadeira dimensão do nosso subdesenvolvimento são os João Jardim da nossa política.

Precisamos de séculos de educação para ultrapassarmos este obscurantismo.

Beijinhos grandes

Manel disse...

O Presidente Silva ao aceitar o que veio de Jardim teve um azar dos diabos, pois agora pode ser tratado por sr. Silva da parte do sr. Jardim.
Imagienem se o Zé Socras afirmasse dos deputados da Nação a décima parte do que afirmou Jardim sobre os deputados da Assembleia Regional?