11 março 2008

mumentum istóricu

os momentos de crise podem proporcionar a mudança e o crescimento. isto é uma coisa zen cheia de sapiência e acho que a senhoria daqui da contracapa achou que convidar uma besta como eu para postar umas coisas por aqui iria provocar tal cataclismo tsunami terramoto maremoto que a crise seria inevitável. e a mudança o crescimento a sabedoria quiçá a iluminação ou mesmo o nirvana viriam aos trambolhões desde os planos celestiais até cá abaixo, à sub-cave deste vale de lágrimas.

como dizia o ceguinho: a ver vamos

11 comentários:

fin disse...

"He cried in a whisper at some image, at some vision,—he cried out twice, a cry that was no more than a breath—'The horror! The horror!'"

Cristina disse...

amigo, sabes como é que se vê se um sino é bom? é dar-lhe com força.

purtantuuus, que o chão trema a terra abane e os céus chacoalhem, que pra grandes males grandes remédios....

e pedra que rola não cria musgo...


feliz, por te ter aqui :)

Animal disse...

todo contente por estar aqui. e como dizia o Piotr ali em baixo, juro por minha honra (!) desempenhar com lealdade as funções pra que num sei quê.

e que deus nossosenhor tenha piedade de nós...

immortal disse...

olha, mais um :) bemvido

a minha cadeira é anti-sísmica!!

(agora percebi o marreta ali de baixo :))

fin disse...

E o Animal já se colectou nas finanças ? Passa recibo verde? Humm? Hummm?

Cristina disse...

fin

huuummm...tas a fugir cu cu à dita, é o que é.....

Animal disse...

os meus recibos verdes já tão amarelos por falta de uso... só coisas que matormentam!

dalloway disse...

Eu pra ler este post tive que por uma música zen para conseguir interiorizar a coisa...e quase atingi o nirvana!

Olá pra si também :)

Pézinhos n' Areia disse...

nada de moldavas e urcranianas por aqui, ouviu ?

O Contracapa é uma casa de gente decente ....

bjocas, entretanto...

e-ko disse...

ó animal, já te rezaram pela pele ali pra baixo... agora é ca barraca abana!

mas, Tinita, agora é que foi... contrariaste o ditado: "il ne faut pas vendre la peau de l'ours avant de l'avoir tué" que se pode traduzir assim: não se vende a pele do animal antes de o apanhar!

Animal disse...

ah, mas eu sou tão fácil de apanhar... basta perguntar aos amigalhaços do fisco.

e vender, vendo-me baratinho. ao nível de produto made in china mas com pequeno defeito