08 março 2008


Está instalada uma dinâmica bem bizarra na campanha eleitoral americana. Barack Obama recebeu 600.000 votos a mais, tem uma liderança praticamente inalcançável no número de delegados, venceu mais estados e tem uma performance superior à de Hillary Clinton contra John McCain em qualquer pesquisa que você olhe. Com a recente certificação dos votos da Califórnia, mais 8 delegados foram para a coluna de Obama, o que por si só cancela todo o ganho da vitória de Hillary na terça.
Mas a julgar pela dinâmica das manchetes e das declarações de ambas campanhas, é como se Obama, e não Clinton, estivesse nas cordas. Aliás, Obama está nas cordas. Psicológica e discursivamente, enquanto Clinton está em apuros matematicamente. Se é que vocês me entendem.
A dinâmica dos últimos dez dias – e particularmente de quarta-feira para cá – é de pancada atrás de pancada do campo Clinton em Obama, incluindo-se ataques pessoais que fazem os Republicanos
delirar de alegria. Obama se vê repetidamente explicando coisas anódinas, sem substância. Não parte para a ofensiva. É curioso porque, entre os dois, é ela, não ele, quem tem o armário cheio de esqueletos mal explicados. No entanto, por mais que parte da base exija, Obama se recusa a fazer ataques (veja a boa análise de Josh Marshall sobre isso) e mantém a tal campanha positiva. É de se admirar, porque se há dois políticos democratas susceptíveis a ataques éticos, é o casal Clinton.
Pois bem, eis que em pleno aeroporto de Guarulhos me vem a notícia – fonte oral – de que chegou a ser proposta dentro da campanha Obama a veiculação de um
comercial que perguntasse a Hillary Clinton onde anda sua declaração de imposto de renda do ano passado, que há meses ela se recusa a apresentar, apesar de várias promessas. Tenho para mim que um simples comercial perguntando Senadora Clinton, por que a Sra. não apresenta a sua declaração de imposto de renda?, veiculado durante 48 horas entre o domingo e a terça, em Ohio e no Texas, já teria decidido a indicação democrata.
Foi proposto. Barack vetou.
O Idelber pergunta : Você faria?
Eu respondi que EU FARIA. Esse comercial ou outros do género. Por dois motivos: Primeiro, porque eu não tenho contemplações com quem não me respeita, mas isso, é uma coisa pessoal. Segundo porque quem concorre a uma eleição e tem que conviver com golpes baixos, se quiser ser eticamente irrepreensível pode voltar pra casa. Há inevitavelmente, isso tem que haver, uma distinção clara entre a troca de acusações e o ataque pessoal, na esfera privada de cada um. Agora, fuga a impostos?? É que era de caras! Obama vai perder uma eleição que estava nas mãos.

11 comentários:

Lola disse...

Cristina linda,

Booom dia.

Gosto de saber que o Obama se mantém fiel aos princípios e à ética.

Assim talvez ele esteja realmente a mudar alguma coisa.

E vai conseguir que o que resta de gente boa naquele país vote nele.

O bom ainda é bom e o mau continua a ser mau.


Beijinhos grandes

Cristina disse...

lolita bonita

ele pode continuar fiel aos seus principios, mas não vai conseguir ser eleito. logo, tudo o que poderia melhorar com ele, é uma miragem. e será, enquanto for ingenuo, nem duvides. ou seja, ninguem vai beneficiar desses bons principios e de todas as suas qualidades, há que ser realista...

e-ko disse...

olá! que bom, de volta!

pois, mesmo que o Obama ganhasse pelos democratas, tenho quase a certeza que muitos americanos iriam votar republicano só para não verem um negro, mesmo que muito mestiço, chegar à casa branca... agora, golpes baixos é que não é admissível por parte do clã Clinton. se não vencer que ao menos conserve a dignidade, a democracia bem precisa.

bom fim de semana e beijos miúdas e miúdos.

Anónimo disse...

:)
Ja sabia que gostavas de café...mas este demorou!

Espero que estejas bem!
Beijo e bom fim de semana

Octávio

Cristina disse...

Octavio- querido afilhado! :)))

é fim de semana, não podia deixar de dar ca um salto :)

beijocas

Cristina disse...

e-ko
o cla clinton, sabe que se farta de golpes baixos, resta saber os que ainda tem guardados. não acredito que a guerra fique por aqui. e Obama cai de pato nesta historia. pena....

Fado Alexandrino disse...

A senadora Clinton ganhou o primeiro, segundo, terceiro e quinto estados em números de delegados.
Perdeu o quarto estado que é o estado de Illinois do senador Obama.
Ganhou ainda na Florida cujos votos aguardam uma decisão de tribunal para serem ou não contados.

dalloway disse...

Confesso que fiquei mais uma terça sem dormir quando me apercebi que Mrs.Clinton ganharia dois dos principais estados. Pela terceira vez conseguiu erguer-se de uma derrota anunciada. Só por isso fiquei ainda mais interessada nestas eleições. Esta mulher não baixa os braços e usa todos os trunfos e jogadas menos bonitas para alcançar o que pretende. Não estou admirada que Mrs.Clinton esteja a esticar a corda e Mr. Obama não responda à letra, mas o facto de negar-se a fazê-lo isso não o torna nem mais nem menos ardiloso que a sua adversária.
Para além de terem um presidente néscio como uma porta de seu nome Bush, só falta um candidato que mais parece aquele boneco chamado de "sempre em pé".

É-me difícil perceber esta indignação generalizada relativamente às atitudes de Mrs.Cliton. Parece que as pessoas têm memória curta e desconhecem por completo os jogos de poder e o que se pode e deve fazer nas campanhas eleitorais.
O "Mr. Yes, we can" ou se mexe ou será mais uma desilusão por achar que na politica é importante o politicamente correcto.
Pleeease!

p.s.: as mais recentes eleições espanholas também têm tido situações de golpes baixos...mas golpes baixos à... europeu!

Cristina disse...

fado

doll

e Obama parece que voltou a ganhar..

também não percebo tanto espento e prurido na resposta.

H.Romeu Pinto reloaded ! disse...

Uai!
O idelber no blog da portuguesa?
Meninos ....embora americano seja tudo a mesma coisa de sai da traseira de todos nós...creiam....quem está nas cordas é a Clinton.....politico da mais velha formação e com todos os vicios peculiares a politica americana.....
Bush, Obama, Clinton....farinha do mesmo saco!!!!!!!

Cristina disse...

hrp

o Idelber ja circula por aqui ha muito tempo!! :) adoro!