30 março 2008

Coisas que me espantantantantam



  1. tina Diz:

    “Está enganada,Tina! A cesariana acarreta riscos para o bébé e o parto deve ser natural, se possível.”

    O parto natural acarreta ainda mais riscos para o bébé. Basta ver quantas vezes náo se tem de fazer cesariana no fim, ou quantas vezes náo se usam forceps, etc. Imagine o stress que uma máe náo passa. É muito melhor ir directamente para cesariana. Eu nunca teria alguma vez mais um bébé por parto natural. Quanto a mim isso é uma prática medieval. Cesariana com epidural é o que deve ser sempre.

Comentário nº 33

Fará tudo sob anestesia ?

30 comentários:

Cristina disse...

Pá, ó Pendulo, eu realmente fico sempre espantada com a estupidez das pessoas....

a cesariana não só é um acto medico como tem indicações precisas que são basicamente estar a acontecer alguma ANORMALIDADE. e acontecer alguma anormalidade, SIGNIFICA a criança não estar a sair correctamente pelo canal que lá está PARA O EFEITO!
Porque essa criatura parece ter esquecido que para tirar um bebe pela barriga é preciso dar-lhe uma facada!! (na barriga) o que ela provavelmente considera mais normal...

pá, só me apetece dizer como o Jardim: tá tudo grosso....

Pêndulo disse...

És uma medieval pah! Adere ao choque tecnológico :p

Cristina disse...

já agora, para que se perceba o que se quer dizer quando se fala "risco maior do parto normal", transcrevo o que já escrevi em tempos sobre as cesarianas nas clinicas, e que dá ideia do que se equaciona no momento.


"Duas causas, na minha opinião, para o excesso de cesarianas na privada: A decisão médica muitas vezes por pressão da mulher(sabemos que muitas das mulheres que recorrem à privada preferem cesariana), muito facilitada pelo medo de não ter ao seu alcance os meios técnicos e humanos suplementares em caso de as coisas correrem mal (inspecção "detectou "problemas graves não passíveis de resolução em tempo útil" ). A cesariana neste aspecto é menos arriscada, porque é um procedimento muito mais previsível, muito mais rápido e portanto mais controlável. O trabalho de parto normal pode levar várias horas e implica grande vigilância, mas mesmo assim, mais facilmente numa maternidade pública o obstetra se recusará a avançar para cesariana se para tal não houver indicação.
Decorre facilmente do exposto podermos concluir sem exagerar, que na privada se praticam cesarianas sem indicação clínica formal. É sobre esta realidade que o Colégio de Ginecologia-Obstetrícia se deve debruçar. E se isto pode ser considerado ou não boa prática médica .
E sendo verdade, como se refere no relatório que se "detectou outros problemas, que se prendem com a falta de recursos humanos (12 dos centros não dispunham de profissionais habilitados durante as 24 horas), a ausência de manuais de procedimentos, de protocolos de actuação e de uma cadeia hierárquica clara em caso de emergência", ou seja, como diz Montenegro, não há "logística mínima para garantir as condições de segurança" estes devem continuar a funcionar???"


ou seja, parir é normal e como normal que é, "normalmente" corre bem. Se houver algum problema, torna-se perigoso para o bebe e para a mãe se não estiverem ao alcance determinados meios.

a cesariana, decorre sempre da "mesma maneira". os imprevistos quase não existem, é uma cirurgia em pessoa saudavel, mas tem os riscos inerentes a outras cirurgias. tanto da parte do doente, como do procedimento como da anestesia.

Cristina disse...

outra coisa, porque não pões um retratinho de uma cesariana? ficava tão girinho...

Cristina disse...

como este...

Cristina disse...

bela...:))

Pêndulo disse...

Seja feita a vossa vontade, assim na Terra como no blog ;-)

Cristina disse...

lol :)))

este tema dá pano pras mangas dos chineses todos....

tive uma colega, por sinal cirurgiã, que não amamentou nenhuma das filhas porque achava aquilo animalesco....acreditas? realmente, estamos a distanciar-nos das funções vitais.

Pêndulo disse...

Suponho que essa colega também usa uma camisa de dormir até aos pés com uma abertura para a procriação. Isto quando decide ter filhos, fora disso toma banhos de água fria

Pêndulo disse...

Já agora, que tem o Animal a ver com amamentação? Quer dizer, deve ter o mesmo que eu lololol

Animal disse...

pá, já tenho fetiches que cheguem. numarranjes mais complicações nem matéria para as insónias...

Animal disse...

e quanto a cesarianas e epidurais, só estive perto duma quando nasceu a minha filha - e tiveram de abrir uma saída de emergência ca gaja num queria sair do bem bom...

fiquei tão adepto da ideia da paternidade e das alegrias conexas que um mês depois tava eu na marquesa a fazer uma vasectomia. desta torneira não saem mais cidadãos.....

Cristina disse...

P

por acaso, ao contrario...é uma rapariga toda pra frente, que ha 20 anos vestia ana salazar, e que até acho que começou na cirurgia geral e acabou na cirurgia plastica. não era lá muito carinhosa, é um facto. quis ter filhos mas olhava pra elas com grande curiosidade, como que pensando: epá, extraordinario, terem saido de dentro de mim estas coisas tão engraçadas....ó Maria! venha cá alimentar as bonequinhas!

ahhh, depois de as ter, foi trabalhar 1 mes depois porque ja não aguentava estar ali SÓ a tomar conta de dois seres tão pequenos...

agora, se me perguntares se era insensivel, não era! mas realmente... foi das amigas mais curiosas que eu tive. pragmatica, superdirecta, sem problemas de dizer exactamente o que estava a sentir sem medos do que quem ouve possa pensar, como quando falava das duvidas domesticas, e diveeeertidissima.

Cristina disse...

pá, ó animal! isso é um bocado radical demais..daquinada apaixonas-te por uma parideira e depois quero ver....lá tens que ir pedir ajuda aos amigos...(que na verdade, pra alguma coisa servem...)

dalloway disse...

Depois de ler isto fiquei com a certeza que muito boa gente não tem um único neurónio...ou atão...a cabeça só foi feita pra ter piolhos.

Cada vez menos tenho paciência para argumentar com pessoas que dizem estas coisas :/

Animal disse...

se eu quiser ter mais filhos (coisa que duvido) opto por comprar já feito. há muito puto por aí para ser adoptado.

Animal disse...

mas agora ando a pensar mais em cocker spaniel ou golden retriever. ou um rafeiro simpático.

Belzebu disse...

Acho que tanto o post como os comentários, são um profundo desrespeito para com as cegonhas e eu para isso não contribuo!

ehehe!! Aquele abraço infernal!

e-ko disse...

é uma vasta questão de bom-senso e saúde pública... é preocupante a taxa de cesarianas, em relação à totalidade de nascimentos neste país, a mais elevada da UE.

Eu continuo a pensar que não só se trata, para as maternidades privadas, de uma solução para não ter de empregar mais pessoal, num horário e calendário (períodos de férias) alargados, com o pagamento pleno dum acto cirúrgico mais rentável, sem contar com um eventual acto médico mais bem pago. só benefício!

claro que essas clínicas só se aproveitam da ideologia ambiente da tirania da beleza e perfeição corporal evitando todo o esforço ou algum sofrimento. o passo seguinte, para escapar à animalidade do acto de parir e amamentar é a produção de humanos num útero artificial e os biberons já existem há muitas décadas. seguindo a lógica, essa gente também deveria encontrar uma solução para evitar a animalidade do acto sexual...

por outro lado, se essas clínicas não têm as condições exigíveis para que parturientes tenham os seus filhos em segurança, que se fechem as suas maternidades.

DUCA disse...

LOL. Até parece uma dissertação do Das Neves!

Beijo

Anónimo disse...

Quando o meu filho mais velho nasceu íamos morrendo ambos... Puxaram, puxaram, forceps, ventosa... Finalmente cesariana de urgência... Eu tive que levar 1 lt de sangue, ele esteve nos cuidados intensivos, não chorava, com a cabeça toda cortada...
Cesariana sim... Quando tem que ser...
Flor de Lis

Karocha disse...

A Cristina tem toda a razão!
Eu fiz 3 cesarianas porque não dilato. No segundo filho estive 10 horas em trabalho de parto para ver se não fazia outra cesariana. As dores de parto são muitas mas a criança sai e pronto.
Claro que como não dilatei... segunda facada e é pior que as dos ciganos porque tem que cortar a membrana que envolve os intestinos, a anestesia tem que ser muito forte para a operação ser rápida e não afectar a criança e as dores horrorosas do pós-parto que duram meses na costura! e o leite que não sobe naturalmente e é preciso fazê-lo subir com cremes especiais massajando as glândulas mamárias por enfermeiras que, como não são o nosso homem, nos põem um trapo na boca e dizem "aguente".
Cesariana só MESMO em último caso e o médico é que sabe.

Cristina disse...

KAROCHA

ora aí está um boa exemplo da normalidade da coisa...

obrigada :)

Cristina disse...

Flor de Lis

obviamente, quando tem que ser! :)

Cristina disse...

aninal

cocker spaniel nunca! são uns porcos! toda a gente me dizia e eu só acreditei depois...

claro que so cá esteve em casa uns 6 meses...

Cristina disse...

Duca

uiiii, a quantidade de Cesares das Neves que por aí andam...

beijinho miuda!

Cristina disse...

E-KO

a quantidade de cesarianas é quase uma vergonha, principalmente nas privadas. vais a uma clinica e ninguem pare normalmente...:/

e isso só tem um nome: medo. a malta tem medo porque sabe que se um parto passar a distocico, é uma valente merda e não se sente nada seguro. logo....vai de cesariana que é num instante e fica tudo feliz!

Karocha disse...

Cristina
Não tem de que querida...só um acrescento a minha profissão obrigava a que ao fim de 1 mês eu estivesse pronta pra trabalhar!Os clientes não esperavam e como todos sabem o dinheiro não cai do céu!Portanto depois daquilo tudo ele era; musculação,abdominais bicicleta etc...uma alegria (eu era manequim):-)))

Cristina disse...

Karocha

nem mais. assim se percebe que uma cesariana tem os inconvenientes e a recuperação inerentes a qualquer cirurgia.

um beijo

Karocha disse...

Cristina
Isso mesmo Cristina
Um beijo