19 fevereiro 2008


Da carta de renúncia de Fidel (na intregra no El Pais )
Queridos compatriotas:
A mis entrañables compatriotas, que me hicieron el inmenso honor de elegirme en días recientes como miembro del Parlamento, en cuyo seno se deben adoptar acuerdos importantes para el destino de nuestra Revolución, les comunico que no aspiraré ni aceptaré- repito- no aspiraré ni aceptaré, el cargo de Presidente del Consejo de Estado y Comandante en Jefe.
.
Depois de quase cinquenta anos legitimados em eleições parlamentares livres e participadas (nunca menos de 80% dos votos)
de onde emana Conselho de Estado e o Presidente do país, Fidel termina a honrosa tarefa de resistir e defender os cubanos do inimigo americano. Seguramente que outros "representantes do povo", um irmão, um cunhado, um sobrinho, estarão dispostos, agora e sempre, a continuar a justa e revolucionária luta pelo socialismo em Cuba. Tudo pelos Queridos compatriotas. E ao espectáculo de centenas de licenciadas/os a prostituirem-se por um frasco de gel de banho, chamam-lhe dignidade.

10 comentários:

Anónimo disse...

Hum..:-(( o mal está em serem licenciadas/os?

abraço

intruso

Pêndulo disse...

Não Intruso, está no frasco de gel.
Putas sim, mas com tabela de preços. Preferentemente em dólares, United States Dolars.

A ver vamos se ali teremos democracia. Creio que depois de uma "evolução na continuidade" virá a selvageria. A ver vamos, a ver vamos, ainda é cedo para festejos.

Anónimo disse...

:-) o cego assim o diz..a ver vamos..

intruso

Cristina disse...

intruso

bom, dizem que são as mais instruidas do mundo e que isso é bom :))

enfim..... dantes, Cuba era o "puteiro" dos EU, agora é o "puteiro" da Europa.

Francis disse...

portanto, a prostituição em Cuba é educativa, certo ?

marta disse...

Pagas em dolars? eles não podem pagar nada com dolars!


Mesmo que seja a família a continuar a liderança, será já diferente, e um princípio de mudança, digo eu, que sou uma sonhadora

Desinformador disse...

Só quando mostrarem imagens do funeral de Fidel Castro é que a revolução cubana começará!

dalloway disse...

Com os joelhos juntos ou com muito gel de banho, o gajo ainda nos enterra a todos!

OBSERVADOR disse...

Fidel sai derrotado pela única força capaz de o fazer. A saúde ou, neste caso, a falta dela.
Goste-se ou não do regime, é interessante ver o percurso da queda anunciada faz tempo.

Bruno Ribeiro disse...

Engraçado notar o desconforto dos jornais com a renúncia do Comandante. Supunham que Fidel não pudesse demonstrar tal gesto de desprendimento e passar o bastão, democraticamente para outro governante. Quem ainda acredita no mito da ditadura cubana jamais poderá compreender o significado profundo de palavras como desprendimento, solidariedade e princípios. São valores em desuso ou praticamente extintos dentro da realidade capitalista. Para se compreender a revolução é preciso passar um tempo em Cuba, viver como um cubano, conversar com o povo cubano. Há que se olhar para a ilha sem olhos de turista. Só então será possivel compreender a magnitude e a grandeza de Fidel Castro. Para finalizar: engana-se quem pensa que, sem Fidel, o socialismo morrerá em Cuba. O socialismo nunca dependeu apenas de Fidel porque foi e é construído coletivamente, pelo povo. Durante muitos e muitos anos, Cuba seguirá socialista, rebelde e revolucionária. Continuará sendo um farol a nos guiar pela escuridão do continente. Viva Cuba! Viva Fidel! Viva o futuro!