30 janeiro 2008

pão do dia - Ethan Hawke



Ethan Hawke nasceu nos EUA, Texas, em 1970. Não se lembram dele? e se falar Grandes Esperanças (Great Expectations), o intemporal conto de Charles Dickens, brilhantemente adaptado aos dias de hoje, na cidade de Nova Iorque? E se falar de Clube dos Poetas Mortos (Dead Poets Society), o filme de 1989 que foi o seu verdadeiro trampolim? É, ele estava lá.

Quando Ethan nasceu, os seus pais ainda eram adolescentes. O casal separou-se quando Ethan ainda era pequeno, teria uns 4 anos.. Foi criado pela mãe, terminou o secundário e foi estudar Drama na Carnegie-Mellon, mas foi banido da 1ª aula no 1º dia na faculdade! Logo depois, recebeu o convite para fazer "Clube dos Poetas Mortos" e decidiu abandonar os estudos. Coisas....Ficou-lhe desde então a imagem de jovem tímido, inteligente e sensível que nunca aceitou protagonizar um filme tendo em conta perspectivas comerciais. A carreira foi diversificada e intensa, e a curiosidade é que Ethan tem sido actor, encenador (tem um companhia de teatro com o amigo Robert Sean Leonard), autor, argumentista, realizador e até músico...foram editados em Portugal pela Difel, dois livros seus:O Estado Mais Quente e Quarta-feira de Cinzas.

Do Curriculum como actor, constam, por exemplo: Lord of War (2005), Before Sunset (2004) , Training Day (2001), Great Expectations (1998), Before Sunrise (1995) , Dead Poets Society (1989)

Em 1997 na rodagem do filme "Gattaca" conhece Uma Thurman, fica logo encantado com a sua beleza, um ano depois casam-se e têm um casal de filhos: Maya Ray Thurman-Hawke (8 de Julho de 1998) e Levon Roan (15 de Janeiro de 2002).

Ei-lo de 1985 a 2006. aqui fica o video, e uma entrevista, para quem queira conhecê-lo melhor.

19 comentários:

pingwyn disse...

..a barba por fazer..e o que ha de melhor para o inicio de uma quarta-feira...

Brancaleone disse...

Em nome da imparcialidade e do tratamento igualitário para todos os muitos sexos hoje existentes no mundo, exijo a publicação de fotos de belas moçoilas ou, como dizem voces aí nas terras de Camões, duma bela "rapariga", mas por favor abstenha-se daquelas modelos famélicas, bulímicas, magrelas de fazer dó e atenha-se às mulheres normais...

Brancaleone disse...

E tem mais:
Se eu quisesse ficar olhando para homens bonitos, lindos charmosos e interessantes não sairia de frente do espelho...


A modéstia é meu único defeito...

Cristina disse...

looool

brancaleone

o amigo há-de concordar que fotos de mulheres bonitas é coisa que não falta por essa blogosfera fora. ora pra minimizar essa tremenda injustiça decretei que por aqui, ás quartas, o pão do dia tem de ter pelo menos 1 metro e 80 :))

beijocas. um dia bom pra ti ;)

Cristina disse...

gwyn

visual bem sexy :))

beijos

Francis disse...

quem ?
o quê ?
não vejo nada pá...é sobre o quê o post ?

MariaTuché disse...

Cristina, tu matas-me amiga...

Obrigadinha :)

Beijosssssssssss

astrid disse...

Grande prazer em conhecê-lo.
E pra si um beijo.

ines disse...

eu sabia, sabia que tinha que aqui vir, hoje!

**:))))

Rosa disse...

Tem dias, tem dias... :Þ

dalloway disse...

Só sei é que se este pão do dia (especialmente na 2a foto) me falasse em italiano e me pedisse coisas... não recusaria nenhuma!

Ka disse...

Bem...chego tarde mas chego ainda a tempo do pão do dia :)

Que horror será da idade penso eu quando me apercebo que momentos antes ao olhar para as fotos digo em pensamento: este miúdo cresceu bem!...digo este miúdo porque embora o tenha visto noutros filmes o que me lembra sempre é o Clube dos poeta mortos (adorei o fime na altura...)

Bela forma de terminar o dia :)

Beijinho

ps - Cristina lembrei-me agora que podias fazer uns especial de 2ª feira para animar as almas (risos)...nada como começar bem a semana :)

Cristina disse...

maria

ola Maria, se te matar, que seja por uma boa causa :)))

beijocas

Cristina disse...

astrid

grande abraço! saudades :)))

Cristina disse...

dalloway

é engraçado que ele tem poucas expressões que sejam realmente lindas, as que tem são fugazes mas muito sedutoras, ternurentas, diria.

e tem aquele ar de cãozinho sem dono que não dá hipóteses...:D

Cristina disse...

ka

também eu adorei e chorei que me fartei!

é realmente engraçado, porque não existem muitos actores que tenhamos acompanhado desde miudos :))

beijos

Cristina disse...

ines

rosa

abracikus :)

Patrícia disse...

boa...boa...boa!

Astrid disse...

pão do dia para todos, digo, para todas!