12 janeiro 2008

a entrevista que pode mudar o mundo.

Ela perguntou se ele tiraria a camisa, ele responde "quer sentir os meus músculos?"


Conhecida pelo seu temperamento explosivo, Naomi Campbell declarou no ano passado, depois de prestar serviços comunitários por atirar um telefone contra a sua empregada, que iria começar uma página nova na sua vida e que passaria, então, a fazer entrevistas a homens importantes nos intervalos dos desfiles.
Certo dia, pensou: vou "Simplesmente encontrar-me com Hugo Chávez, o homem". E foi.
Meteu-se no avião e foi directa a Caracas ao encontro do seu "anjo rebelde", como viria a partir daí a a chamar-lhe.
O que se passou não sei, e não sou de intrigas, mas já se fala em amor em tempo de dengue. O El Pais, diz que "Los encuentros nada furtivos y ampliamente reseñados sirvieron para que el enamoramiento fuera mutuo. No deberá sorprendernos que días después de que el presidente francés Nicolas Sarkozy se despose con la modelo Carla Bruni en febrero, el líder venezolano contraiga nupcias con la esbelta afrocaribeña-china".
Como não fosse suficiente, "El hombre con quien algún día me case debe ser sincero conmigo y tener mucha energía. Me atraen los hombres fuertes". "El presidente no es un gorila, es más bien un toro". "Estuve con él varias horas dialogando en un apartamento en la playa que le prestó un amigo. Se portó muy bien conmigo". Conceito que não esclareceu.
O certo é que, quando perguntou se Chávez admitiria alguma vez ser fotografado sem camisa, seguindo o exemplo do presidente da Rússia, Vladimir Putin, Chávez teria então respondido: "Por que não? Quer tocar meus músculos?"
Só me resta uma dúvida: como é que ela vai dar a volta a esta mania que Chaves tem, de se vestir nos saldos de camisas encarnadas em Havana.
.
ps-Em entrevista ao Guardian, o editor da GQ, Dylan Jones, disse que foi "bastante fácil organizar a entrevista", já que Chávez "naturalmente queria encontrar Naomi".
"Quer dizer, quem é que não quer encontrar a Naomi? Mesmo ditadores socialistas têm um interesse em lindas supermodelos", afirmou Jones.

6 comentários:

st3veS. disse...

Naomi no seu melhor :)
Estou a ver que não páras Cristina ;)
beijo

Pêndulo disse...

O Chavez, com tanto petróleo, deve estar rico e o dinheiro atrai irresistivelmente mulheres.
Pega lá uma notícia sobre dinheiro, mulheres e propriedade das ditas mulheres. Tudo no país dos direitos humanos...

Traído, americano recebe indenização por ter perdido a esposa

Mais uma da série "Decisões controvertidas da Justiça": um empresário do estado americano do Mississippi foi condenado a pagar US$ 750 mil (cerca de R$ 1,3 milhão) a um encanador por ter "roubado sua esposa", segundo informou a ABC News.

Sandra Valentine (que sobrenome sugestivo para o caso!) estava casada com Johnny Valentine. Os dois levavam uma vida simples. Mas em 1997, Sandra começou a trabalhar para o empresário milionário Jerry Fitch.

Quando ela deu à luz uma menina dois anos depois, Johnny ficou tremendamente desconfiado. E logo ficou evidente que o bebê tinha outro pai: Fitch. Pouco depois, o casal se divorciou. Durante o processo, Sandra admitiu a relação extraconjugal com o empresário. Logo os dois trocaram alianças, acreditando estarem livres de Johnny.

Que nada! Com a confissão do adultério, Johnny se animou para cobrar seus direitos de marido traído na Justiça. E se deu bem!

Fitch, que perdeu o último apelo à Suprema Corte, classificou a decisão como "inconstitucional, antiquada e baseada em noções medievais sobre casamento e propriedade".

"Não me considero uma propriedade", disse a americana à ABC News. Sandra comentou que Johnny tinha problemas com jogos de azar, o que, segundo ela, levou o casamento à falência.

De acordo com a lei do Mississippi, a esposa é uma propriedade do marido. Os outros estados que permitem ações por "roubo de esposa" são Havaí, Illinois, Nova México, Carolina do Norte, Dakota do Sul e Utah.
Sandra e Fitch (ABC News)

migas (miguel araújo) disse...

Cristina
Não será melhor trazerem Naomi (por acaso até nem acho nada de especial, mas pronto, é o contexto) até ao teu Estádio da Luz?!
É que a jogarem assim a moral deve estar mesmo em baixo.
E logo agora que o meu FCP lá marcou o segundo ao Braga.
bjs

dalloway disse...

Confesso que fico mais sossegada por saber que afinal Chávez não é um gorila mas sim um touro. Nada como um gajo com cornos e que precisa de vermelho para investir.


**(parece-me que o Pêndulo anda a precisar de uma Bimby :)

Cristina disse...

bem, nem se pode dizer que a rapariga precise de um pe de meia, muito menos à custa da revolução bolivariana, mas que diabo, um presidente é um PRESIDENTE.....

Cristina disse...

P

olha se o roubo do marido também tivesse de ser pago? era liiiindo...