20 janeiro 2008

aligeiremos a coisa...


as coisas que eu aprendo com a turma dos adolescentes....

Cinderela - A versão "Xunga".
ha bué da time, havia uma garina cujo cota ja tinha esticado o pernil e que vivia com a chunga da madrasta e as melgas das filhas dela. a cinderela (cindy prós amigos) parecia que vivia na prisa, sem tempo sequer para enviar uns mails.
com este desatino, só lhe apetecia dar de frosques, porque a madrasta fazia memo bué da cenas. é entao que a cindy fica a saber duma alta cena que ia acontecer: uma party! a gaja curtiu totil a ideia, mas as outras chavalas cortaram-lhe as bases.
ela ficou completamente passada, mas depois de andar à toa durante um coche, apareceu-lhe uma fada baril que lhe abichou uma farda bacana e ela ficou a parecer uma ganda febra.
só que ela só podia afiambrar da cena até ao bater das 12.
mas na boa, a tipa mordeu o esquema e foi pa borga sempre a abrir.
ao entrar na party topou um mano cheio da papel, que era bom comó milho e que tambem a galou.
aííí, a cindy passou-se dos carretos e desbundaram "all night long", até que ao ouvir das 12 ela teve de se axandrar e bazou.
o mitra ficou completamente abardinado quando ela deu de fuga e foi atras dela, mas só encontrou pelo caminho o chanato da dama.
no dia seguinte, com uma alta fezada, meteu-se nos calcantes e foi à procura do chispe que entrasse no chanato.
como era alto cromo, teve uma vaca descomunal e encontrou a maluca, para grande desatino das outras fatelas que tiveram ganda vaipe quando souberam que eles iam juntar os trapos.
no fim, a garina e o chavalo curtiram largo e foram memo bué da happys.

10 comentários:

Skiweb disse...

ORA TOMA LÁ!
E porque não... nos tempos que correm!!!
heheheh

Isabel-F. disse...

´rsss....


já tinha lido ...

é simplesmente horrível.


beijinhos

Alien8 disse...

Versão xunga ou versão "actualizada"? Lolololol!

Há por aqui uma mistura de linguagem genérica da "jbentude" com linguagem específica de alguns tipos de malandros, linguagem das gentes do hip-hop e ainda outras que já não se usam, mas estiveram na moda há tempos. Um alto cena, minha!

Bjanhas.

dalloway disse...

Já conhecia mas não me lembrava do texto. Li isto em voz alta e não consigui ler mais que duas frases de seguida porque desatei à gargalhada...gargalhadas que vêm das entranhas.
A Cindy teve mesmo "uma vaca descomunal".

Eu sei... já tenho idade para ter juízo mas o que posso fazer senão respirar fundo e deixar que a dor na barriga passe de tanto rir!

Cristina disse...

não imagina o que eu me ri também:))))

encontrei o texto num desses links que segui a partir da Beatriz..:D

Cristina disse...

uma coisa é certa, não é por nos tentarem cortar as bases que deixamos de dar a volta por cima :) com alguma vaca, concedo. :)

Animal disse...

mas detectam-se ainda influências nefastas dos cotas:

"...garina cujo cota..."

cujo? cujo? que cena mais fatela man...

Cristina disse...

:P

é da pancada....sempre havia de ter algum efeito..

Anónimo disse...

não se riam tanto que lhes pode fazer mal

Cristina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.