15 dezembro 2007

a quem interessar


apesar de em Portugal ainda não existir jornalismo online profissionalizado, é possível que haja quem goste do tema, então, aí fica: O Knight Center for Journalism da Universidade do Texas acaba de publicar versões português do livro de Mark Briggs Journalism 2.0: Como Sobreviver e Prosperar. O livro oferece uma abordagem prática das ferramentas e formatos empregues nos meios digitais, nos quais os conteúdos audiovisuais e a interactividade com os utilizadores ganham a cada dia maior importância.
As edições estão em formato PDF e o acesso e download gratuitos.
Boa dica do GJOL

8 comentários:

e-ko disse...

ó miúda... quase 150 páginas para tão pouco!... há dois anos que ando a sonhar com uma câmara vídeo para fazer os meus audio-visuais... só ainda aí não cheguei por culpa, em primeiro lugar, da classe médica, em seguida, da "justiça" de m**** que temos! bem podemos morrer de boca aberta ou fechada, pouco importa... ninguém nos escuta!

e-ko disse...

vinha da rua com o meu leloup e vinha a pensar que não tinha o direito de fazer aqui este desabafo... está feito, está feito! espero que não seja entendido como um ataque mas só como um desabafo!

um bom domingo e um beijo!

Cristina disse...

e-ko

ora essa, ataque porquê?

não acho que seja pouco sabes? repara bem, fala de uma coisa que os brasileiros ja usam há muito tempo, jornalistas online a tempo inteiro, blog profissionalizados e tecnicas de os tornar chamativos e agradáveis. um exemplo simples: ha um bog mais ou menos recente, o 31 da armada, que deve ter sido dos primeiros a apresentar videos feitos por eles, e que surgiu como uma inovação transcendente!! eu ja vejo isso nos brasileiros ha muito. ainda ontem via uma campanha de Natal a funcionar em rede entre jornalistas de varios blogs com videos de apresentação e depoimentos dos varios intervenientes. os youtubes estão la mas com produção propria..

isso é o passo seguinte da blogosfera. (o que o JPP vai sofrer..)

e-ko disse...

desde que iniciei a actividade na blogosfera que tinha em mente começar a fazer os meus vídeos, tinha projectos de reportagens, até porque sempre estive mais liberta com a imagem do que com a escrita... mas como a vida é o que podemos e não o que queremos...

Cristina disse...

e-ko

força mulher, um video, ao fim e ao cabo não é dificil de fazer e ja tens alojadores onde os colocar, haja tempo :))))

Helder Robalo disse...

Cristina, então não há jornalismo online profissional? Não conheces o Portugaldiário?

Helder Robalo disse...

Se o jornalismo online de que falas é os blogues, então minha cara, desculpa mas isso não é jornalismo. Há uma carrada de regras que não são cumpridas!

Cristina disse...

pois, o PD é um site de divulgação de noticias.

tu conheces os blogs colectivos feitos por jornalistas? tipo o "no minimo", "midia sem mascara", "observatório de imprensa"? estes são sites de jornalistas com artigos originais de todos eles. depois há os tipo "opinião e noticia" a partir de outras noticias.

ali só não tens, de facto, os artigos cujo objectivo é encher e a publicidade (alguma existe). quando entras naqueles blos tens discussão olitica pura e dura.

e depois existem os pessoais como o Dória, o primeiro blog profissional individual em Lingua Port. esse é um sitio de debate de politica nacional e internacional dificil de acompanhar, com entrada de correspondentes e tudo e que também la vão dar opinião.

ja me perguntaram por um blog assim de discussão politica em Portugal e eu, lamentavelmente, tive que dizer que nada, nem vagamente semelhante. Nenhum blog onde se discuta politica a sério.

e agora ja têm material proprio com entrevistas e isso.
agora diz-me onde é que por cá existe algo que se pareça sequer?? não ha nem vai haver nos proximos anos, acho..é outra dimensão..