22 dezembro 2007

presentes I




Gregory Page (DN) diz que a sua música é o som que resulta do encontro entre o Bem e o Mal. Enigmático bastante, diz ser de San Diego, de Paris, de Dublin e da Arménia.

O que é, afinal?
Um 'melting pot' da folk que se apaixonou pelo esplendor orquestral dos compositores franceses da segunda metade do século XX. O resultado foi divulgado em 2006: "Love made me drunk", um disco conceptual. O álbum assemelha-se a um postal de Paris. De um lado da imagem há as linhas clássicas do romantismo, estilizadas. É aí que Page, voz rouca, abraçado à guitarra acústica, enche as canções de ruelas, mulheres evalsas. Mas depois, quase que numa esquizofrenia benigna - e assumidamente procurada -, enche o postal de sombras e nuvens e fantasmas do alheio, provocando um convincente realismo mágico pululado de carroceis, anões e anjos bêbados. Para lá da voz de Page, há flautas, percussões, trompetes e violinos, acordeão, bandolins e banjos numa original manta colorida que atira a folk para um novo espaço.
É agradável a descoberta desta obra prima.

Se tivermos que comparar este disco a algum outro, talvez Ben Harper ( WELCOME TO THE CRUEL WORLD ) e Yann Tiersen (O.S.T. « AMÉLIE » ).
.
O disco t.o.d.i.n.h.o vem já aí :)
.
Adenta

14 comentários:

Repórter disse...

É deste que falas, Cristina?

"GREGORY PAGE, nasceu em Londres no seio de uma Família de músicos, mas aos 16 anos mudou-se para a Califórnia do Sul e foi aí onde começou a marcar o seu terreno, no mundo da música.
Ao longo dos últimos 15 anos, GREGORY PAGE, escreveu e compôs a sua própria música, mas também trabalhou ao lado de nomes, como: JASON MRAZ, JOHN DOE,JEWEL, , STEVE POLTZ e A.J.CROCE.
A ambiência criada à volta de LOVE MADE ME DRUNK, tem a ver com o facto de todas as musicas do álbum, serem escritas em Paris, aquando visitou a cidade em 2005, para conhecer o seu Pai.
Como diz John Doe, LOVE MADE ME DRUNK, podia ser a banda sonora do filme « AMELIE ».
LOVE MADE ME DRUNK, é simplesmente uma obra prima, sem um género bem definido, mas sem dúvida pop/rock, com muitas influências do jazz e da música Francesa.
Se tivermos que comparar este disco a algum outro, ou GREGORY PAGE a algum intérprete, será a JOE HENRY ( TINY VOICES ), JIM WHITE ( DRILL A HOLE ), BEN HARPER ( WELCOME TO THE CRUEL WORLD ) e YANN TIERSEN (O.S.T. « AMÉLIE » ).

Desculpa a extensão...

Beijo

Cristina disse...

exactamente

dessa lista, na minha opinião só em ben harper e yann tiersen encontro semelhanças, são os que conheço melhor.

Francis disse...

cristina,

o final cut Blade Runner.
é merecido.

cheers, merry christmas.

e-ko disse...

para todos, festas felizes com muita música...

vou ver ao imeem

beijo

dalloway disse...

Pois já comecei a ouvir a segunda música do album mas tive que voltar aqui para avisar que a foto que está no imeem tem de ser mudada e tem que ser porque a Cristina está com um olhar muito do triste. Num gostei.

Agora vou voltar à música.

Cristina disse...

Francis

?? comprei hoje a edição de coleccionador 5 discos..:/

é isso?

também comprei outra edição de colecionador liiiinda, ja ponho aí uma foto :))

Cristina disse...

e-ko

juro que me lembrei de ti quando fui ouvir o disco outra vez (ja o comprei ha meses mas tem estado esquecido)

gostaste?

Cristina disse...

Dalloway

triste? ja me disseram isso algumas vezes, mas é o meu olhar normal..lol

o problema é que eu não sou nada fotogénica, e só tiro alguma foto de que goste de 5 em 5 anos..essa é de 2005, o ano em que abri o CC.

Cristina disse...

Dalloway

triste? ja me disseram isso algumas vezes, mas é o meu olhar normal..lol

o problema é que eu não sou nada fotogénica, e só tiro alguma foto de que goste de 5 em 5 anos..essa é de 2005, o ano em que abri o CC.

dalloway disse...

Sim artista um olhar triste e eu não quero saber de olhares tristes numa cara dessas e nem precisa esperar até 2010 para tirar novas fotos e sabe porquê?
Como sou muito atrevida venho aqui voluntariamente oferecer os meus serviços e dizer-lhe que após visionamento do seu slide encontrei 3 possibilidades para substituir a foto que está no imeem com designação cv11.

As possibilidades são:
- cv3
- cv14
- cv15

E porque sou interesseira e estamos no Natal digo-lhe já que o presente que quero de si é um desses "cv" menos o cv11.

Fui...

Cristina disse...

loooool

mas minha querida, pode até levar tudo, se quiser. todas essa são posteriores ao inicio do CC. as de cabelo comprido correspondem a uma fase de experiências com extensões, já não existe. agora tenho cabelo curto, que também ja não tem nada a ver com qualquer daquelas. enfim, vou sempre mudando, portanto ja nenhuma é muito fiel, mas ok, eu mando :)

dalloway disse...

Fiel é o bacalhau!
Eita mulher em constante mutação.
Eu ispilico:
O que eu pretendo (continuo atrevida) é que a Cristina escolha uma dessas fotos e coloque no seu imeem e retire aquela que está com um olhar 'muito do triste' .
A minha insistência passa por não querer ver os seus olhos tristes e os tais cvs que apresentei como alternativa são os únicos que não transmitem essa tristeza no olhar. Agora....se tem outras fotos mai lindas que a 3, 14, 15....atão escolha uma e vá lá mudar a foto 11 faxavor.

Para mais esclarecimentos ou ajuda voluntária é só dizer:
Hello you! e logo aparecerei
Tem até dia 25 de manhã para entregar-me esse presente...mas se for antes eu não me importo memo nada.

Fui...

Cristina disse...

dalloway

ai..ó pariga, mas eu enviei para me dizer qual delas! pra mim, talto faz, ja não me identifico muito com nenhuma....

não me lembro de mais recentes de que goste.

e-ko disse...

gostei muito e já tirei uma musiquinha para uma playlist... ah!... Ben Harper!... também gosto muito!